sexta-feira, 16 de março de 2012

O EGO E seus desdobramentos

LUXÚRIA

* Eu do Adultério (quer unir-se sexualmente a uma mulher, ou homem, porém que já possui um companheiro)
* Eu da Amizade (querer a amizade de alguém para conseguir a união sexual)
* Eu Aproveitador (aproveita qualquer circunstância para satifação sexual)
* Eu Dançarino (excita-se ao dançar; há também os que se excitam vendo alguém dançar)
* Eu Altura (sente-se atração por pessoas altas e/ou baixas)
* Eu Bissexual (sente-se atraído por ambos os sexos)
* Eu Don-Juan (conquista por satisfação, mesmo sem interesse nem atração; nasce de outros eus)
* Eu dos Ciúmes (possessão sexual; nasce do eu da insegurança)
* Eu Voyeur (sente prazer em ficar observando)
* Eu Galã (sente-se atraente e gosta de conquistar com gestos, delicadezas, olhares, sorrisos  e gentilezas)
* Eu Fantasia (quando a imaginação erótica é frequente; eu muito instintivo e forte)
* Eu Esfregador (sente prazer ao se esfregar em outra pessoa; em ônibus, metrô, trens, locais públicos)
* Eu Exibicionista (mostra suas partes íntimas ou roupas íntimas, como decotes, saias curtas, calças apertadas mostrando volumes)
* Eu Coprolalia (conversa em linguagem obscena)
* Eu Esquentador (aquele ou aquela que excita e depois rechaça)
* Eu Sádico (sente prazer golpeando o parceiro; suave ou violentamente: é uma questão de grau, desde simples tapas nas nádegas a estupros abomináveis)
* Eu Travesti (sente grande prazer em vestir roupas e assumir gestos do sexo oposto; homem que sente excitação ao usar vestidos e lingeries e mulher que usa ternos e cuecas; sutil ou clara tendência bissexual ou até mesmo homossexual)
* Eu Sexivestido (sente grade prazer em usar roupas do sexo oposto sem assumir gestos; grau menor que o Eu Travesti)
* Eu Cantador (sente prazer em fazer galanteios a todas as pessoas; o famoso eu da cantada)
* Eu Ninfolepera (atração por jovens de pouca idade; o grau mais acentuado é o Eu Pedófilo)
* Eu Narcisista (sente atração pelo próprio corpo, é uma espécie de auto-homossexualismo)
* Eu Masoquista (sente prazer sexual apanhando; ligado ao eu da Ira; procura por parceiros com tendências sádicas)
* Eu Sentimental (expressa sentimentos fingidos para conquistar e/ou excitar)
* Eu Grafite (gosta de fazer desenhos obscenos em banheiros públicos e outros lugares)
* Eu Masturbador (sente prazer na masturbação, mais até do que no próprio ato)
* Eu Fornicário (sente prazer no derrame da energia, no orgasmo, na ejaculação)

IRA

* Eu da Antipatia (maior ou menor grau de repugnância, repúdio ou aversão. “Não fui com a cara de fulano”, “Não gostei” etc. Há dois tipos: provocada ou mecânica; nascem da inveja ou dos complexos e das comparações)
* Eu Educador (pais, professores ou educadores “dizem” querer encaminhar a criança ou o jovem com disciplina, mas o que se manifesta neles é a atitude descontrolada da ira; seu símbolo é a palmatória)
* Eu da Crítica Mordaz (ofende e afeta para destruir, age com ferocidade verbal, auxiliado por ironias, sarcasmos e palavras de duplo sentido)
* Eu Burlador (faz atos ou gestos, por causa da Ira, para ridicularizar, como mostrar o dedo do meio)
* Eu da Crueldade (sente satisfação em ver alguém sofrer; às vezes acompanha o Eu Educador)
* Eu Briguento (“Não levo desaforo para casa” ou “Não tenho sangue de barata”)
* Eu da Cólera (zanga-se descontroladamente)
* Eu da Displicência (mostra-se indiferente a outro, em palavras, roupas ou gestos)
* Eu Discutidor (entra em polêmicas, dialoga exageradamente, é um eu mentaloide)
* Eu da Imposição (impõe e domina; típico de chefias)
* Eu Irreflexivo (age sem nenhuma lógica)
* Eu Grosseiro (usa vocabulário grosseiro e obsceno)
* Eu Iniquidade (pratica a injustiça por maldade, é a Ira admitida)
* Eu da Injúria (ultraja por palavras)
* Eu da Intolerância (não quer entender os demais, é lunático e temperamental)
* Eu Irritadiço (irrita-se por qualquer coisa, típico em mulheres com tpm, crianças mimadas e pessoas ansiosas)
* Eu Irritável (irrita-se com tudo o que as pessoas fazem ou falam)
* Eu Machista (sente-se dono da mulher ou superior a elas, quer protegê-la pensando que a ama)
* Eu do Ódio(é o contrário do Amor)
* Eu Suscetível (“Estão rindo de mim, vou tomar satisfações”; “está olhando o quê?”)
* Eu Ressentimento (sentimento profundo de dor, que ativa o Eu do Rancor)
* Eu Ofensivo (fere com palavras)
* Eu Inconformado (tudo o desagrada, as pessoas, os lugares, as coisas; comum em adolescentes)
* Eu Desagradável (faz e fala coisas que o tornam desagradável, fala o que as pessoas ao seu redor não querem ouvir)
* Eu Blasfemo (renega, maldiz, insulta ou atenta contra o que é sagrado, contra Deus  e as religiões)
* Eu do Protesto (pessoa que não estáde acordo com qualquer determinação, opinião etc.)

ORGULHO

* Autoconsideração (É A PORTA DE ENTRADA DE TODOS OS DEFEITOS. A pessoa sente-se ferida, mal amada, mal agradecida, injustiçada. Atrai, primeiro, a ira)
* Autossimpatia (esforça-se em ser simpático para ter aceitação, típico em ambiente profissional, manifesta-se especialmente pela distribuição de sorrisos para todos)
* Automérito (crê-se merecedor, mesmo não fazendo nada)
* Autovalorização (valorizar os esforços realizados. Quer recompensa)
* Autossuficiência (não necessita de ninguém, só acredita no próprio valor, não admite que alguém o ajude)
* Burla (caçoar ou debochar de alguém através dos olhos ou de gargalhada, quer chamar a atenção)
* Impontualidade (chega atrasado para ser notado)
* Gargalhão (ri estrondosa e escandalosamente)
* Complexo de inferioridade (crer-se menos que os outros, gera indecisos)
* Complexo de superioridade (crer-se mais que os outros)
* Indiferença (não ligar para os demais, fingir que não escuta ou liga para os outros)
* Pilatos (justifica seus erros ou atitudes)
* Desobediência (não aceita seguir ordens ou sugestões)
* Orgulho físico (ególatra que admira o corpo ou determidada parte dele)
* Orgulho mental (admira-se de seu preparo intelectual, seu diploma acadêmico, sua experiência etc.)
* Eu Fama (ambiciona ser famoso, conhecido, notório, quer ser manequim, ator/atriz, político, sentir a luz dos holofotes em seu rosto etc.)
* Nacionalista (apego ao país, à região – Eu Sulista, Eu Nordestino, Eu Gaúcho, Eu Argentino etc.; pode chegar ao genocídio)
* Paranóico (doença mental, nunca aceitaria seus erros ou deficiências; complexo de perseguição)
* Egotismo (só fala de si mesmo, incessantemente; gosta de interromper quem está falando para falar de si)
* Incredulidade (não aceita os fatos por excesso de orgulho)
* Pudorado (manifestar demasiado pudor)
* Ressentimento (emoção mediana entre a ira e a autoconsideração)
* Eu Guru (pretende sempre dar respostas “superiores”, dar “lição de moral” nos outros, sempre tem uma frase de efeito para mostrar sua presença “humildemente superior”)

PREGUIÇA

* Apatia (pouca ou nenhuma iniciativa)
* Desinteresse (não se interessa por nada, para não ter com que se preocupar)
* Abandono de Si (a pessoa se estira numa cadeira, sofá ou outro lugar, joga as pernas e sente que a preguiça tomou conta de si)
* Bocejo Frequente (tudo provoca indiferença, sono e cansaço)
* Busca de Desculpas (“Hoje estou cansado, com dor de cabeça”)
* Dormir Demais (ter mais de sete ou oito horas de sono é uma manifestação de preguiça, mas também pode ser escapismo)
* Desalento (apoia-se, com os cotovelos ou pés sobre a mesa, como num eterno cansaço, ou inclina-se na cadeira)
* Enfermidade do Amanhã (vive o futuro sem experimentar o presente, cria situações para adiar)
* Esquecimento Constante (não se esforça para pensar)
* Desperdício de tempo (não dá importância ao tempo)
* Impontual (nunca chega no horário, sai de casa sempre na última hora)
* Inércia (incapacidade de ação, não sabe ter ação nem iniciativa, muito menos ser proativo)
* Inconstância (está sempre mudando para não terminar)
* Incapacidade (por preguiça de assumir)
* Mal Vestir (preguiça de combinar, às vezes até de abrir o guarda-roupas; por pouco não anda de pijama na rua ou no trabalho)
* Preguiça de Ler (alguém leu as obras gnósticas recomendadas? Ou se lê, termina o livro? Ou medita nele?)
* Pessimismo (“Para que mudar se não vai dar certo mesmo?”)
* Tradicionalismo (segue só a sua tradição, religião, família, com preguiça de mudar sua vida)
* Surdez (a preguiça afeta até os sentidos físicos)
* Preguiça Verbal (não entra em discussão ou não responde por preguiça)
* Preguiça Física (esse ego determina até as formas, como a barriga, o rosto, o andar, a postura; dá-se a impressão de que o preguiçoso físico está a ponto de derreter)

COBIÇA

* Ânsia de Poder Material (mais dinheiro, mais cargos…)
* Poder Psíquico
* Avarento (apego exagerado ao dinheiro)
* Explorador
* Ladrão
* Mau Orientador
* Conhecedor (adquire conhecimentos só para atingir fim anelado)
* Eu do Assalto
* Cleptomaníaco
* Mesquinho (não divide seus bens com ninguém)
* Usurário (empresta dinheiro a juros)

INVEJA

Enquanto a Cobiça é o querer para si, a Inveja é o pesar ou desgosto pelo bem, pela felicidade ou pelo sucesso alheio.
* Eu Bruxo (consciente ou inconscientemente lança vibrações psíquicas de fracasso a outrem)
* Eu Competitivo (pode até matar por inveja)
* Traidor (a Grande Fraternidade Branca considera o grau extremo desse defeito como Alta Traição, cuja condenação é a queda ao Nono Inferno Dantesco, mesmo que a pessoa ainda esteja viva; ou seja, o corpo da pessoa ainda está vivo, mas sua Alma já não está mais ali: é o chamado Morto-Vivo)
* Falso Julgamento (Caluniador)
* Fracasso de Alguém (este Eu se manifesta na maioria das pessoas, porém em nível inconsciente; por isso se pede ao gnóstico que mantenha sigilo e não fique “fofocando”, comentando com todo mundo suas experiências, seus projetos, planos materiais ou espirituais)

GULA

* Eu do Meio-Dia (“sente” fome ao saber que determinada hora chegou)
* Devorador (não mastiga os alimentos, ou no máximo duas mastigadas)
* Ideia Fixa (de comer sempre. Não mede consequências físicas, morais ou internas)
* Medo da Fome (come por medo de passar fome)

VÍCIOS

Obviamente, existem agregados que são elos entre um eu principal e outro. Lembremo-nos de que há mais de 10 mil agregados. Temos ainda outros eus, muito fortes nos dias atuais, como os Eus dos Vícios, tais como:
* Eu Pescador
* Eu das Rifas
* Eu Tabagista
* Jogador de Cartas
* Eu Caçador
* Eu Jóquei
* Eu Maconheiro
* Eu Refrigerante (p.ex., que adora Coca-Cola)
* Demônio Algol (alcoolismo)
* Eu Caça-Níqueis
* Eu Bilharista
* Eu masca chiclete
* Eu do Fliperama
* Eu da Loteria
* Eu Bingueiro

3 comentários:

Augusto Sperchi disse...

Olá Ana! Passeei por este seu blog e o achei interessante. Li seus poemas e gostei deles. Porém, esta lista de situações em que o ego pode se meter é demais! Um verdadeiro resumo de tudo que a psicologia já colheu, mas que se completará jamais, porque é apenas uma média das pessoas estudadas. Um abraço!

Anónimo disse...

Tive um sonho com uma pessoa que nunca vi e o nome era o seu Ana Luz... pelo menos o texto da preguiça me ajudou pq ultimamente ando quase me arrastando.
Coisa estranha parecia real.

OBRIGADO!!!

Diário de uma pônei disse...

obrigada pela mensagem, que é linda, um abraço, beijos, amiga.

Tarot de OSHO clik

Se gosta de ERVAS e ESPECIARIAS CLIK

Se lhe interessa a NOVA ERA Clik

sexta-feira, 16 de março de 2012

O EGO E seus desdobramentos

LUXÚRIA

* Eu do Adultério (quer unir-se sexualmente a uma mulher, ou homem, porém que já possui um companheiro)
* Eu da Amizade (querer a amizade de alguém para conseguir a união sexual)
* Eu Aproveitador (aproveita qualquer circunstância para satifação sexual)
* Eu Dançarino (excita-se ao dançar; há também os que se excitam vendo alguém dançar)
* Eu Altura (sente-se atração por pessoas altas e/ou baixas)
* Eu Bissexual (sente-se atraído por ambos os sexos)
* Eu Don-Juan (conquista por satisfação, mesmo sem interesse nem atração; nasce de outros eus)
* Eu dos Ciúmes (possessão sexual; nasce do eu da insegurança)
* Eu Voyeur (sente prazer em ficar observando)
* Eu Galã (sente-se atraente e gosta de conquistar com gestos, delicadezas, olhares, sorrisos  e gentilezas)
* Eu Fantasia (quando a imaginação erótica é frequente; eu muito instintivo e forte)
* Eu Esfregador (sente prazer ao se esfregar em outra pessoa; em ônibus, metrô, trens, locais públicos)
* Eu Exibicionista (mostra suas partes íntimas ou roupas íntimas, como decotes, saias curtas, calças apertadas mostrando volumes)
* Eu Coprolalia (conversa em linguagem obscena)
* Eu Esquentador (aquele ou aquela que excita e depois rechaça)
* Eu Sádico (sente prazer golpeando o parceiro; suave ou violentamente: é uma questão de grau, desde simples tapas nas nádegas a estupros abomináveis)
* Eu Travesti (sente grande prazer em vestir roupas e assumir gestos do sexo oposto; homem que sente excitação ao usar vestidos e lingeries e mulher que usa ternos e cuecas; sutil ou clara tendência bissexual ou até mesmo homossexual)
* Eu Sexivestido (sente grade prazer em usar roupas do sexo oposto sem assumir gestos; grau menor que o Eu Travesti)
* Eu Cantador (sente prazer em fazer galanteios a todas as pessoas; o famoso eu da cantada)
* Eu Ninfolepera (atração por jovens de pouca idade; o grau mais acentuado é o Eu Pedófilo)
* Eu Narcisista (sente atração pelo próprio corpo, é uma espécie de auto-homossexualismo)
* Eu Masoquista (sente prazer sexual apanhando; ligado ao eu da Ira; procura por parceiros com tendências sádicas)
* Eu Sentimental (expressa sentimentos fingidos para conquistar e/ou excitar)
* Eu Grafite (gosta de fazer desenhos obscenos em banheiros públicos e outros lugares)
* Eu Masturbador (sente prazer na masturbação, mais até do que no próprio ato)
* Eu Fornicário (sente prazer no derrame da energia, no orgasmo, na ejaculação)

IRA

* Eu da Antipatia (maior ou menor grau de repugnância, repúdio ou aversão. “Não fui com a cara de fulano”, “Não gostei” etc. Há dois tipos: provocada ou mecânica; nascem da inveja ou dos complexos e das comparações)
* Eu Educador (pais, professores ou educadores “dizem” querer encaminhar a criança ou o jovem com disciplina, mas o que se manifesta neles é a atitude descontrolada da ira; seu símbolo é a palmatória)
* Eu da Crítica Mordaz (ofende e afeta para destruir, age com ferocidade verbal, auxiliado por ironias, sarcasmos e palavras de duplo sentido)
* Eu Burlador (faz atos ou gestos, por causa da Ira, para ridicularizar, como mostrar o dedo do meio)
* Eu da Crueldade (sente satisfação em ver alguém sofrer; às vezes acompanha o Eu Educador)
* Eu Briguento (“Não levo desaforo para casa” ou “Não tenho sangue de barata”)
* Eu da Cólera (zanga-se descontroladamente)
* Eu da Displicência (mostra-se indiferente a outro, em palavras, roupas ou gestos)
* Eu Discutidor (entra em polêmicas, dialoga exageradamente, é um eu mentaloide)
* Eu da Imposição (impõe e domina; típico de chefias)
* Eu Irreflexivo (age sem nenhuma lógica)
* Eu Grosseiro (usa vocabulário grosseiro e obsceno)
* Eu Iniquidade (pratica a injustiça por maldade, é a Ira admitida)
* Eu da Injúria (ultraja por palavras)
* Eu da Intolerância (não quer entender os demais, é lunático e temperamental)
* Eu Irritadiço (irrita-se por qualquer coisa, típico em mulheres com tpm, crianças mimadas e pessoas ansiosas)
* Eu Irritável (irrita-se com tudo o que as pessoas fazem ou falam)
* Eu Machista (sente-se dono da mulher ou superior a elas, quer protegê-la pensando que a ama)
* Eu do Ódio(é o contrário do Amor)
* Eu Suscetível (“Estão rindo de mim, vou tomar satisfações”; “está olhando o quê?”)
* Eu Ressentimento (sentimento profundo de dor, que ativa o Eu do Rancor)
* Eu Ofensivo (fere com palavras)
* Eu Inconformado (tudo o desagrada, as pessoas, os lugares, as coisas; comum em adolescentes)
* Eu Desagradável (faz e fala coisas que o tornam desagradável, fala o que as pessoas ao seu redor não querem ouvir)
* Eu Blasfemo (renega, maldiz, insulta ou atenta contra o que é sagrado, contra Deus  e as religiões)
* Eu do Protesto (pessoa que não estáde acordo com qualquer determinação, opinião etc.)

ORGULHO

* Autoconsideração (É A PORTA DE ENTRADA DE TODOS OS DEFEITOS. A pessoa sente-se ferida, mal amada, mal agradecida, injustiçada. Atrai, primeiro, a ira)
* Autossimpatia (esforça-se em ser simpático para ter aceitação, típico em ambiente profissional, manifesta-se especialmente pela distribuição de sorrisos para todos)
* Automérito (crê-se merecedor, mesmo não fazendo nada)
* Autovalorização (valorizar os esforços realizados. Quer recompensa)
* Autossuficiência (não necessita de ninguém, só acredita no próprio valor, não admite que alguém o ajude)
* Burla (caçoar ou debochar de alguém através dos olhos ou de gargalhada, quer chamar a atenção)
* Impontualidade (chega atrasado para ser notado)
* Gargalhão (ri estrondosa e escandalosamente)
* Complexo de inferioridade (crer-se menos que os outros, gera indecisos)
* Complexo de superioridade (crer-se mais que os outros)
* Indiferença (não ligar para os demais, fingir que não escuta ou liga para os outros)
* Pilatos (justifica seus erros ou atitudes)
* Desobediência (não aceita seguir ordens ou sugestões)
* Orgulho físico (ególatra que admira o corpo ou determidada parte dele)
* Orgulho mental (admira-se de seu preparo intelectual, seu diploma acadêmico, sua experiência etc.)
* Eu Fama (ambiciona ser famoso, conhecido, notório, quer ser manequim, ator/atriz, político, sentir a luz dos holofotes em seu rosto etc.)
* Nacionalista (apego ao país, à região – Eu Sulista, Eu Nordestino, Eu Gaúcho, Eu Argentino etc.; pode chegar ao genocídio)
* Paranóico (doença mental, nunca aceitaria seus erros ou deficiências; complexo de perseguição)
* Egotismo (só fala de si mesmo, incessantemente; gosta de interromper quem está falando para falar de si)
* Incredulidade (não aceita os fatos por excesso de orgulho)
* Pudorado (manifestar demasiado pudor)
* Ressentimento (emoção mediana entre a ira e a autoconsideração)
* Eu Guru (pretende sempre dar respostas “superiores”, dar “lição de moral” nos outros, sempre tem uma frase de efeito para mostrar sua presença “humildemente superior”)

PREGUIÇA

* Apatia (pouca ou nenhuma iniciativa)
* Desinteresse (não se interessa por nada, para não ter com que se preocupar)
* Abandono de Si (a pessoa se estira numa cadeira, sofá ou outro lugar, joga as pernas e sente que a preguiça tomou conta de si)
* Bocejo Frequente (tudo provoca indiferença, sono e cansaço)
* Busca de Desculpas (“Hoje estou cansado, com dor de cabeça”)
* Dormir Demais (ter mais de sete ou oito horas de sono é uma manifestação de preguiça, mas também pode ser escapismo)
* Desalento (apoia-se, com os cotovelos ou pés sobre a mesa, como num eterno cansaço, ou inclina-se na cadeira)
* Enfermidade do Amanhã (vive o futuro sem experimentar o presente, cria situações para adiar)
* Esquecimento Constante (não se esforça para pensar)
* Desperdício de tempo (não dá importância ao tempo)
* Impontual (nunca chega no horário, sai de casa sempre na última hora)
* Inércia (incapacidade de ação, não sabe ter ação nem iniciativa, muito menos ser proativo)
* Inconstância (está sempre mudando para não terminar)
* Incapacidade (por preguiça de assumir)
* Mal Vestir (preguiça de combinar, às vezes até de abrir o guarda-roupas; por pouco não anda de pijama na rua ou no trabalho)
* Preguiça de Ler (alguém leu as obras gnósticas recomendadas? Ou se lê, termina o livro? Ou medita nele?)
* Pessimismo (“Para que mudar se não vai dar certo mesmo?”)
* Tradicionalismo (segue só a sua tradição, religião, família, com preguiça de mudar sua vida)
* Surdez (a preguiça afeta até os sentidos físicos)
* Preguiça Verbal (não entra em discussão ou não responde por preguiça)
* Preguiça Física (esse ego determina até as formas, como a barriga, o rosto, o andar, a postura; dá-se a impressão de que o preguiçoso físico está a ponto de derreter)

COBIÇA

* Ânsia de Poder Material (mais dinheiro, mais cargos…)
* Poder Psíquico
* Avarento (apego exagerado ao dinheiro)
* Explorador
* Ladrão
* Mau Orientador
* Conhecedor (adquire conhecimentos só para atingir fim anelado)
* Eu do Assalto
* Cleptomaníaco
* Mesquinho (não divide seus bens com ninguém)
* Usurário (empresta dinheiro a juros)

INVEJA

Enquanto a Cobiça é o querer para si, a Inveja é o pesar ou desgosto pelo bem, pela felicidade ou pelo sucesso alheio.
* Eu Bruxo (consciente ou inconscientemente lança vibrações psíquicas de fracasso a outrem)
* Eu Competitivo (pode até matar por inveja)
* Traidor (a Grande Fraternidade Branca considera o grau extremo desse defeito como Alta Traição, cuja condenação é a queda ao Nono Inferno Dantesco, mesmo que a pessoa ainda esteja viva; ou seja, o corpo da pessoa ainda está vivo, mas sua Alma já não está mais ali: é o chamado Morto-Vivo)
* Falso Julgamento (Caluniador)
* Fracasso de Alguém (este Eu se manifesta na maioria das pessoas, porém em nível inconsciente; por isso se pede ao gnóstico que mantenha sigilo e não fique “fofocando”, comentando com todo mundo suas experiências, seus projetos, planos materiais ou espirituais)

GULA

* Eu do Meio-Dia (“sente” fome ao saber que determinada hora chegou)
* Devorador (não mastiga os alimentos, ou no máximo duas mastigadas)
* Ideia Fixa (de comer sempre. Não mede consequências físicas, morais ou internas)
* Medo da Fome (come por medo de passar fome)

VÍCIOS

Obviamente, existem agregados que são elos entre um eu principal e outro. Lembremo-nos de que há mais de 10 mil agregados. Temos ainda outros eus, muito fortes nos dias atuais, como os Eus dos Vícios, tais como:
* Eu Pescador
* Eu das Rifas
* Eu Tabagista
* Jogador de Cartas
* Eu Caçador
* Eu Jóquei
* Eu Maconheiro
* Eu Refrigerante (p.ex., que adora Coca-Cola)
* Demônio Algol (alcoolismo)
* Eu Caça-Níqueis
* Eu Bilharista
* Eu masca chiclete
* Eu do Fliperama
* Eu da Loteria
* Eu Bingueiro

3 comentários:

Augusto Sperchi disse...

Olá Ana! Passeei por este seu blog e o achei interessante. Li seus poemas e gostei deles. Porém, esta lista de situações em que o ego pode se meter é demais! Um verdadeiro resumo de tudo que a psicologia já colheu, mas que se completará jamais, porque é apenas uma média das pessoas estudadas. Um abraço!

Anónimo disse...

Tive um sonho com uma pessoa que nunca vi e o nome era o seu Ana Luz... pelo menos o texto da preguiça me ajudou pq ultimamente ando quase me arrastando.
Coisa estranha parecia real.

OBRIGADO!!!

Diário de uma pônei disse...

obrigada pela mensagem, que é linda, um abraço, beijos, amiga.

Caclule seu bioritmo - CLICK

TAROT DA CRUZ - Clik P/JOGAR

DIVULGANDO O LIVRO DE MARIA ALICE CERQUEIRA

Livro: "DOIS JOVENS EM BUSCA DA FELICIDADE " de uma amiga visite seu blog- clique na imagem

Livros grátis para download - todos os géneros

Blog Ebooks Grátis

Reflexão surpresa - clik

Reflexão surpresa - clik
de: SIMONE: Auto-ajuda

Acenda a sua vela

Acenda a sua vela
clik na imagem: