sábado, 30 de outubro de 2010

PUREZA












quando nascemos somos plena pureza, harmonia, paz, sintonia, alegria e todo o mais que um estado puro de alma possa designar...

e agora, o que somos.... o que nos tornámos ...

reveja a sua vida e mude se não vê nela o estado de pureza que trazia dentro de si quando nasceu ... se buscar bem fundinho de certeza que irá encontrar ... e seja .... seja você!!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Um simples 'obrigado' basta


A vida é um presente de Deus. Nada fizemos para ganhá-lo; aliás, nem o merecemos. Mas somos criaturas tão ingratas que nem sequer um "obrigado" brota de nós.

Não somos gratos por termos recebido essa oportunidade de crescer, ver, amar, rir, aproveitar a música da existência, a beleza do mundo. Não somos nem um pouco gratos; ao contrário, estamos sempre reclamando.

Se você escutar as orações das pessoas, ficará surpreso: todas elas são queixas. Não são orações cheias de agradecimento; estão pedindo algo mais, estão dizendo: "Isso não é suficiente."

Na verdade, nunca será suficiente, pois o pobre pede, o rico pede, o imperador pede — todo mundo pede.

Todo mundo pede mais. Isso significa simplesmente que tudo que você recebeu não foi suficiente: "Eu mereço mais, você não tem sido justo comigo!" Chamo isso de irreligiosidade.

Para mim, todas as orações feitas nos templos, nas mesquitas e nas igrejas são irreligiosas. A verdadeira oração é apenas de gratidão, um simples "obrigado" basta.

Osho, em "Meditações Para o Dia"

O oceano do outro


Há milhões de ondas no mar. Você nunca vê o mar, apenas as ondas, porque são elas que estão na superfície. Esqueça as ondas: elas não existem de fato, somente o oceano.

Sempre que você tiver tempo, olhe nos olhos do amigo, do seu amor ou de qualquer outra pessoa. Não pense, apenas olhe cada vez mais fundo dentro dos olhos do outro. Logo perceberá que as ondas se cruzaram e um oceano se abriu para você.

Os olhos são portas. Se você olhar profundamente, as ondas desaparecerão e o oceano se revelará. Experimente fazer isso com uma pessoa, depois tente com um animal e só então com as árvores e as rochas.

Se perceber alguma coisa diferente, saiba que você está na superfície. As diferenças estão na superfície, pois a pluralidade pertence à superfície.

Olhe profundamente e não se deixe iludir pela superfície. Há um oceano ao seu redor. Você e seu ego não passam de uma onda. Atrás do ego está oculto o desconhecido.

Osho, em "Uma Farmácia Para a Alma"

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Mentes Treinadas




 

Os que desconhecem o amor inteligente, ainda que tenham
recursos para comprar o que quiserem e quando quiserem,
viverão de migalhas: migalhas de afeto, tranquilidade,
sentido de vida. Mendigarão o pão do prazer, da amizade, da
ternura. Serão gigantes por fora, mas tímidos meninos por
dentro.
Alguns deles cultivarão as próprias vaidades, não terão uma
relação romântica com seu ser, com a humanidade nem
muito menos com o meio ambiente. Se não se preocupam
consigo, como se preocuparão com a próxima geração? Se
destroem o ecossistema da sua mente, como cuidarão dos
ecossistemas da natureza? Se não procuram viver em
harmonia com seus pensamentos, se aquecem seu cérebro
com excesso de preocupações, como se preocuparão com o
aquecimento global? Você tem se preocupado com
ambiente da sua mente?
Para desenvolver um amor inteligente há segredos e
intrincáveis treinamentos. Quem quer aprender a amar
precisa:
Em primeiro lugar, enxergar que não existe destino. O
destino frequentemente é uma questão de escolha. Sim, há
fatos e circunstanciais que não controlamos. Mas o drama e
a comédia, os aplausos e as vaias, os sucessos e os fracassos,
estão ligados em grande parte às nossas decisões, atitudes,
caminhos traçados. Quem acredita em destino torna-se um
conformista, um especialista em reclamar e não um líder
capaz de transformar erros em acertos, lágrimas em
sabedoria, fracassos em etapas para se superar. Quantos não
vivem na lama do conformismo?
Em segundo lugar, precisa treinar sua emoção para sentir
prazer em fazer os outros felizes. Há prazer em ganhar
dinheiro, em viajar e ser reconheeido, mas não há maior
prazer do que contribuir com a inteligência e alegria dos
outros.
Terceiro, precisa equipar seu intelecto para observar o que as
palavras e as imagens não declaram. Necessita aprender a
ouvir mais do que falar e a sentir mais do que pensar.
Quarto, precisa desmistificar seu heroísmo, reconhecer sua
estupidez, estilhaçar seu orgulho.
Quinto, deve conhecer a arte de pedir desculpas e a arte de
desculpar. E, acima de tudo, deve aprender a se fazer
pequeno para tornar os pequenos grandes. Histórias de
relacionamentos saudáveis entre pais e filhos, professores e
alunos, maridos e esposas não requerem que as partes sejam
perfeitas, mas que ambas, apesar de imperfeitas, reconheçam
suas falhas, peçam desculpas sem medo e recomecem um
novo capítulo.
O amor inteligente estilhaça a autossuficiência e revela a
dependência. Vale mais do que ouro e pedras preciosas.
Renova o cansado, anima o abatido, torna fértil a mente
estéril. Sua ausência transforma jovens em idosos e sua
presença faz idosos voltarem a florescer da juventude.


AUGUSTO CURY

Pais e filhos


 
 
Pais e filhos: calados vivem, calados se
distanciam

O amor jamais pode ser ocultado, escondido, camuflado. Há
pais que nunca disseram aos seus filhos "eu te amo", "você é
muito importante para mim", "não desista, eu te apoio, você
pode conseguir".
Sim! Há pais que jamais manifestaram o amor através de
elogios, abraços, afetos, encorajamentos. Jamais comentaram
sobre seus fracassos para que seus filhos entendam que
ninguém é digno do sucesso se não usar suas derrotas para
conquistá-los. Jamais falaram de suas dores, para que seus
filhos não dêem as costas a elas, mas as enfrentem com
dignidade. Calados vivem, calados se distanciam, embora
vivam num mesmo espaço físico.
De outro lado, há filhos que nunca disseram aos seus pais
"obrigado por tudo que fizeram por mim", "vocês
sacrificaram alguns sonhos para que nós sonhássemos",
"tiveram noites de insônia para que nós dormíssemos",
"viveram dias tensos para que nós relaxássemos", "muito
obrigado por vocês existirem!" Filhos que se tornaram
especialistas em reclamar dos pais e apontar-lhes seus
defeitos não poderão um dia exigir dos seus próprios filhos o
que não deram aos seus pais. O agradecimento é um dos
pilares mais sublimes do amor.

AUGUSTO CURY

SOMOS ENERGIA EM MOVIMENTO CONSTANTE

Muitos de nós ocidentais, ainda continuam convencidos de que somos constituídos por um corpo físico, sólido, porém a realidade é que, de acordo com a física quântica, somos compostos por matéria energética (moléculas, átomos, quantas), ou seja, somos energia.






SEREMOS APENAS MATÉRIA?

Aliás, se observarmos num microscópio electrónico alguma parte do nosso corpo, concluiremos que até mesmo as partes mais sólidas são compostas de diminutas partículas com determinada carga eléctrica gravitando em torno de outras com carga eléctrica diferente, a exemplo do que observamos no resto do universo.

De acordo com a física quântica, o macrocosmo e o microcosmo reflectem-se holograficamente um no outro, ou seja, a exemplo das galáxias e das moléculas, também nós somos energia. A energia manifesta-se de distintas formas, animal, vegetal, mineral, ou outra, não deixando nenhuma delas de ser apenas uma expressão da energia original, cósmica e universal.

Assim, uma vez que a energia está em permanente movimento, em perpétua criação, o oceano cósmico de energia, que o universo constitui, age em vagas de possibilidades energéticas, que se expandem em variados níveis energéticos, abarcando várias realidades, de entre as quais, a física e a causal.

Seguindo esta perspectiva, cada um de nós, seres humanos, a exemplo do resto do universo, é igualmente uma manifestação energética, que utiliza a energia universal, movendo-a ininterruptamente, com os nossos pensamentos, sentimentos e acções, que são vagas de possibilidades energéticas, que se expandem em variados níveis energéticos, abarcando várias realidades, de entre as quais, a física e a causal.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

VELHICE - A SABEDORIA


A Velhice é um Vento

A velhice é um vento que nos toma
no seu halo feliz de ensombramento.
E em nós depõe do que se deu à obra
somente o modo de não sentir o tempo,
senão no ritmo interior de a sombra
passar à transparência do momento.
Mas um momento de que baniram horas
o hábito e o jeito de estar vendo
para muito mais longe. Para de onde a obra
surde. E a velhice nos ilumina o vento.

Fernando Echevarría, in "Figuras"

sábado, 23 de outubro de 2010

CADA UM DOS NOSSOS CHAKRAS - Localização

Muladhara

(Chacra Raiz)
Nome em sânscrito: MULADHARA ("Base e fundamento"; "Suporte")
Mantra: Lam.
Localização: Base da Espinha.
Cor: Vermelho.
Elemento: Terra.
Funções: Traz vitalidade para o corpo físico.
Qualidades Positivas: Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.
Qualidades Negativas: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.
O primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), situado na base da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chacra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.

Svadhisthana

 
(Chacra órgão genital e base da barriga)
Nome em sânscrito: SWADHISTANA ("Morada do Prazer")
Mantra: Mam.
Localização: Abaixo do umbigo.
Cor: Laranja.
Elemento: Água.
Funções: Força e vitalidade física.
Qualidades Positivas: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.
Qualidades Negativas: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.
O segundo chacra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chacra é estimulado, propicia uma boa captação energética.

Manipura

(Chacra do umbigo)
Nome em sânscrito: MANIPURA ("Cidade das Jóias")
Mantra: Ram.
Localização: Zona da barriga.
Cor: Amarelo.
Elemento: Fogo.
Funções: Digestão, emoções e metabolismo.
Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro.
Qualidades Positivas: Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.
Qualidades Negativas: Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.
O terceiro chacra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

Anahata

 

(Chacra cardíaco)
Nome em sânscrito: ANAHATA ("Invicto"; "Inviolado")
Mantra: Yam.
Localização: Coração.
Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).
Elemento: Ar.
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.
Qualidades Positivas: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.
Qualidades Negativas: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.
O quarto chacra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.

Visuddha


(Chacra Laríngeo)
Nome em sânscrito: VISHUDDA ("O purificador")
Mantra: Ham.
Localização: Na garganta.
Cor: Azul claro.
Elemento: Éter.
Funções: Som, vibração, comunicação.
Qualidades Positivas: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.
Qualidades Negativas: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.
O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide. Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.

Ajña


(Chacra Frontal)
Nome em sânscrito: AJÑA ("O Centro de comando")
Mantra: Om.
Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.
Cor: Azul índigo.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.
Qualidades Positivas: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.
Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Falta de concentração, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão
O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.

Sahasra

(Chacra Coroa)

Nome em sânscrito: SAHASRA ("O Lótus das mil pétalas")
Mantra: Aum.
Localização: No topo da cabeça, bem no centro.
Cor: Violeta e Branco.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza o cérebro.
Qualidades Positivas: Percepção além do tempo e do espaço. Abre a consciência para o infinito.
Qualidades Negativas: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração.
O sétimo é o mais importante dos chakras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a luz divina. A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.

O corpo físico e cada um dos chacras


Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral. É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino. Daí, a relação entre as doenças e as crises emocionais. É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves. Nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital, nos trazendo alegria e, principalmente, saúde. É através dos nadis (meridianos) - caminhos invisíveis dentro do nosso organismo - que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chacras, em pontos que concentram vibrações mais específicas.


Chacras - nossos canais de energia

Chacras ou xacras, também conhecidos pela grafia chakras são, segundo a filosofia ioga, canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula a energia vital (prana) que nutre órgãos e sistemas

. Existem várias rotas diferentes e independentes por onde circula esta energia Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo.
Imagine que os chacras são uma lâmpada com uma tomada do lado. Eles tanto indicam a quantidade de energia naquele sistema específico como podem ser usados para recarregar a energia do sistema. Existem muitos canais e uma grande divergência quanto ao número exato. Algumas linhas afirmam existir 32, outra 114 e ainda 88.000 - sendo assentes todos que os principais são sete.

A palavra chakra vem do sânscrito e significa "roda", "disco", "centro" ou "plexo". Nesta forma eles são percebidos por videntes como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo. Os chakras são pontos de interseção entre vários planos e através deles nosso corpo etérico se manifesta mais intensamente no corpo físico.
Os Vedas (5.000 a.C.) contêm os mais antigos registros sobre chakras de que se tem notícia. Quando foram escritos, o Yoga já sistematizava o conhecimento e o trabalho energético dos chakras.
São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um corresponde à uma das sete principais glândulas do corpo humano. Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais. Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a "prana", flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento ou a doença.
Os chakras são conectados entre si por uma espécie de tubo etérico (Nadi) principal chamado "Sushumna", ao longo do eixo central do corpo humano, por onde dois outros canais alternados "Ida" que sai da base da espinha dorsal à esquerda de Sushumna e "Pingala" à direita ( na mulher estão invertidas estas posições ).
Os Nadis conduzem e regulam o "Prana" (energias yin e yang) em espirais concêntricas. Estes Nadis são os principais, entre milhares, que percorrem todo o corpo em todas as direções, linhas meridianos e pontos. Para os hindus os Nadis são sagrados, é por meio da "Sushumna" que o yogi deixa o seu corpo físico, entra em contato com os planos superiores e traz para o seu cérebro físico a memória de suas experiências.

Introdução aos Chakras


O que são chakras e suas propriedades psicológicas.
Chakras são centros de energia, situados na metade do corpo. Há sete deles, que governam nossas propriedades psicológicas. Os chakras situados na parte mais inferior de nosso corpo são nosso lado instintivo, os mais elevados no nosso lado mental.
Chakras no meio do corpoOs chakras podem ter vários níveis de atividade. Quando estão "abertos", estão considerados operantes em uma forma normal.
Idealmente, todos os chakras contribuiriam a nosso ser. Nossos instintos trabalhariam junto com os nosso sentimentos e pensar. Entretanto, este não é geralmente o caso. Alguns chakras não estão abertos bastante (sendo sob-ativo), e para compensar, outros chakras são sobre-ativos. O estado ideal é onde os chakras são equilibrados. Para saber como o estado de seus chakras são, faça o teste chakra.
Existem muitas técnicas para balancear os chakras. Na maior parte as técnicas para abrir chakras são usadas. Não faz sentido tentar fazer chakras sobre-ativos sobre os sob-ativos, porque estão compensando para outros chakras. Para restaurar a compensação não seriam sobre-ativos. Para equlibrar os chakras que estão compensando, estes devem ser abertos. Veja as técnicas para abrir chakras.

. 1 - Chakra Raiz

O Chakra da Raiz é sobre ser fisicamente lá, e o sentimento em repouso nas situações. Se estiver aberto, você sente aterrado, estável e seguro. Você não desconfia desnecessariamente das pessoas. Você se sente atual no aqui e agora e conectado a seu corpo físico. Você sente ter território suficiente.
Se você tender a ser medroso ou nervoso, seu Chakra da Raiz é provavelmente sob-ativo. Você não se sentiria facilmente bem-vindo.
Se este chakra for sobre-ativo, você pode ser muito materialista e ganancioso. Você provavelmente é obsessivo em ser seguro e resiste a mudança.

. 2 - Chakra Sacral

O Chakra Sacral é sobre o sentimento e a sexualidade. Quando está aberto, seus sentimentos fluem livremente, e se expressam sem você perceber que é sobre-emocional. Você está aberto à intimidade e você pode ser passional e vívido. Você não tem nenhum problema em tratar de sua sexualidade.
Se você tender a ser duro e frio ou a ser indiferente, o Chakra Sacral é sob-ativo. Você não está muito aberto às pessoas.
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a ser emocional toda a hora. Você se sentirá emocionalmente unido às pessoas e você pode ser muito sexualmente ativo.

. 3 - Chakra Umbigo

O Chakra Umbigo é sobre afirmar-se em um grupo. Quando está aberto, você se sente no controle e você tem suficiente auto-estima.
Quando o Chakra Umbigo é sob-ativo, você tende a ser passivo e indecisivo. Você é provavelmente tímido e não tem o que você quer.
Se este chakra for sobre-ativo, você dominativo e provavelmente até mesmo agressivo.

. 4 - Chakra Coração

O Chakra do Coração é sobre o amor, a bondade e a afeição. Quando está aberto, você é piedoso e amigável, e você trabalha em relacionamentos harmoniosos.
Quando seu Chakra do Coração é sob-ativo, você é frio e distante.
Se este chakra for sobre-ativo, você está sufocando as pessoas com seu amor e este provavelmente tem razões completamente egoístas.

. 5 - Chakra Garganta

O Chakra da Garganta é sobre a auto-expressão e falar. Quando está aberto, você não tem nenhum problema expressar-se, e você pode se passar por um modo artístico.
Quando este chakra está sob-ativo, você tende a não falar muito, e você é provavelmente introvertido e tímido. Contar mentiras pode bloquear este chakra.
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a falar demasiadamente, geralmente domina as pessoas e as mantêm em distância. Você é um mau ouvinte se este for o caso.

. 6 - Chakra Terceiro Olho

O Chakra do Terceiro Olho é sobre a introspecção e o visualisação. Quando está aberto, você tem uma boa intuição. Você tende a fantasiar.
Se for sob-ativo, você não é muito bom em pensar em você mesmo, e você pode tender a confiar em autoridades. Você pode ser rígido em seu pensar, confiando em demasiadas opiniões. Você pode ser confundido facilmente.
Se este chakra for sobre-ativo, você pode viver em um mundo de fantasia. Em casos excessivos alucinações são possíveis.

. 7 - Chakra Coroa

O Chakra da Coroa é sobre a sabedoria e ser um com o mundo. Quando este chakra está aberto, você é desprejudicado e completamente ciente do mundo e de você mesmo.
Se for sob-ativo, você não está muito ciente da espiritualidade. Você provavelmente, é completamente rígido em seu pensar.
Se este chakra for sobre-ativo, você intelectualiza coisas demais. Você pode ser viciado em temas espirituais e está ignorando suas necessidades corporais.


Fonte: http://www.eclecticenergies.com/portugues/

Bashar - Um Número Infinito de Terras Paralelas

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

UM MANUAL PARA A ASCENSÃO por Serapis


Impressionante livro que revela o jogo da vida, ou jogo da separação que intencionalmente decidimos jogar e que nos dá uma visão de uma luzinha ao final do túnel da confusão da nossa realidade física e nos elucida em muitas questões interiores e espirituais. Recomendo a sua leitura e veja se vai ao encontro da sua verdade... senão, siga o seu caminho .... de certeza que, por muito ou pouco demorado, irá lá chegar!!

JOGADA DE TARÔT


 




Os Florais de Bach



O QUE SÃO

Quando nos sentimos bem, realizados e felizes, estamos em equilíbrio com tudo e conseguimos transmitir aos nosso familiares e amigos somente bons fluidos.

Porém, com os acontecimentos da vida, às vezes precisamos de um pouco de ajuda para alcançarmos este equilíbrio e seguirmos em frente. É nesse momento que os Florais de Bach podem ajudá-lo.

Criados por um médico inglês nos anos 30, os Florais de Bach são 38 essências de plantas e florais que podem ajudá-lo a administrar as pressões emocionais do dia-a-dia. Cada floral é indicado a uma emoção específica. Pode ser tomando individualmente ou misturado de acordo com o que estiver sentindo.

Pesquisas recentes sobre as emoções e o sistema imunológico reforçam o ponto de vista de que a saúde emocional e a saúde física estão relacionadas.

Cada vez mais, peritos médicos concordam que uma mente saudável garante realmente um corpo saudável. Os Florais de Bach podem ajudá-lo a controlar os seus sentimentos e aproveitar melhor a vida.

 
 
Edward Bach foi um médico de Harley Street, bacteriologista e pesquisador bem conhecido. Identificou 38 estados negativos da mente e criou uma essência floral ou de planta para cada um. Passou os últimos anos de sua vida num pequeno chalé chamado Mount Vernon e foi ali que ele concluiu suas pesquisas. Hoje Mount Vernon é mais conhecido como The Bach Centre (O Centro Bach) e os atuais responsáveis continuam a produzir as tinturas mãe (o primeiro processo na elaboração dos Florais) utilizando em muitos casos os mesmos locais identificados por Dr. Bach nos anos 30.
Somente a Assinatura Bach garante que você adquiriu os Florais de Bach Originais, elaborados como sempre foram desde os tempos de Dr. Bach, com tinturas produzidas exclusivamente no The Bach Centre em Mount Vermon.




Consulte:

Medo: Rock Rose, Mimulus, Cherry Plum, Aspen, Red Chestnut

Incerteza: Cerato, Scleranthus, Gentian, Gorse, Hornbeam, Wild Oat

Falta de Interesse no mundo à sua volta: Clematis, Honeysuckle, Wild Rose, Olive, White Chestnut, Mustard, Chestnut Bud

Solidão: Water Violet, Impatiens, Heather

Hipersensibilidade aos outros: Agrimony, Centaury, Walnut, Holly

Desalento ou desespero: Larch, Pine, Elm, Sweet Chestnut, Star of Bethlehem, Willow, Oak, Crab Apple

Preocupação exagerada pelo bem-estar dos outros: Chicory, Vervain, Vine, Beech, Rock Water




Como Tomar os Florais de Bach:


Diluir 2 gotas (4 gotas de Rescue Remedy) da essência escolhida num copo com água; tomar em pequenos goles a intervalos regulares. Repita conforme necessário.

Para a utilização de várias essências escolhidas (máximo de 7), adicione 2 gotas num frasco de 30 ml, complete com água mineral e tome 4 gotas pelo menos quatro vezes ao dia.

Se necessário, as gotas de Florais de Bach podem ser administradas puras, diretamente na língua ou, se preferir, passar nos lábios, por detrás das orelhas, nas têmporas ou pulsos. Os Florais de Bach podem ser tomados com a frequência que desejar. Se estiver se sentindo indisposto, poderá utilizar apenas uma dose. Mas se a indisposição persistir por algum tempo, poderá tomá-los quando necessário.





Pode encontrar os florais em ervanárias.



O Poder do Subconsciente - Joseph Murphy


Um livro que recomendo vivamente!
Desperta em si uma verdade que nos está oculta desde tempos imemoriais mas que quando relatada nos toca dentro e nos faz sentir que realmente o poder existe.
Se ressoar em si, vai encontrar dentro do seu interior muita resistência, suas memórias e padrões antigos resistindo e querendo prevalecer sempre.
No entanto e se persisitir, tenha em mente que a luta é árdua e necessária de grande paciência, no entanto  vai ter a sensação maravilhosa que de facto o poder está nas suas mãos e não nas mãos do que ou de quem quer que seja, e de que estará subindo em consciência.
Boa viagem então .....

CLICK no link abaixo para aceder à sua leitura ou gravar em seu PC

TESTE QUAL DOS DOIS HEMISFÉRIOS VOCÊ USA MAIS Para aceder clik no título








Tarot de OSHO clik

Se gosta de ERVAS e ESPECIARIAS CLIK

Se lhe interessa a NOVA ERA Clik

sábado, 30 de outubro de 2010

PUREZA












quando nascemos somos plena pureza, harmonia, paz, sintonia, alegria e todo o mais que um estado puro de alma possa designar...

e agora, o que somos.... o que nos tornámos ...

reveja a sua vida e mude se não vê nela o estado de pureza que trazia dentro de si quando nasceu ... se buscar bem fundinho de certeza que irá encontrar ... e seja .... seja você!!!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Um simples 'obrigado' basta


A vida é um presente de Deus. Nada fizemos para ganhá-lo; aliás, nem o merecemos. Mas somos criaturas tão ingratas que nem sequer um "obrigado" brota de nós.

Não somos gratos por termos recebido essa oportunidade de crescer, ver, amar, rir, aproveitar a música da existência, a beleza do mundo. Não somos nem um pouco gratos; ao contrário, estamos sempre reclamando.

Se você escutar as orações das pessoas, ficará surpreso: todas elas são queixas. Não são orações cheias de agradecimento; estão pedindo algo mais, estão dizendo: "Isso não é suficiente."

Na verdade, nunca será suficiente, pois o pobre pede, o rico pede, o imperador pede — todo mundo pede.

Todo mundo pede mais. Isso significa simplesmente que tudo que você recebeu não foi suficiente: "Eu mereço mais, você não tem sido justo comigo!" Chamo isso de irreligiosidade.

Para mim, todas as orações feitas nos templos, nas mesquitas e nas igrejas são irreligiosas. A verdadeira oração é apenas de gratidão, um simples "obrigado" basta.

Osho, em "Meditações Para o Dia"

O oceano do outro


Há milhões de ondas no mar. Você nunca vê o mar, apenas as ondas, porque são elas que estão na superfície. Esqueça as ondas: elas não existem de fato, somente o oceano.

Sempre que você tiver tempo, olhe nos olhos do amigo, do seu amor ou de qualquer outra pessoa. Não pense, apenas olhe cada vez mais fundo dentro dos olhos do outro. Logo perceberá que as ondas se cruzaram e um oceano se abriu para você.

Os olhos são portas. Se você olhar profundamente, as ondas desaparecerão e o oceano se revelará. Experimente fazer isso com uma pessoa, depois tente com um animal e só então com as árvores e as rochas.

Se perceber alguma coisa diferente, saiba que você está na superfície. As diferenças estão na superfície, pois a pluralidade pertence à superfície.

Olhe profundamente e não se deixe iludir pela superfície. Há um oceano ao seu redor. Você e seu ego não passam de uma onda. Atrás do ego está oculto o desconhecido.

Osho, em "Uma Farmácia Para a Alma"

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Mentes Treinadas




 

Os que desconhecem o amor inteligente, ainda que tenham
recursos para comprar o que quiserem e quando quiserem,
viverão de migalhas: migalhas de afeto, tranquilidade,
sentido de vida. Mendigarão o pão do prazer, da amizade, da
ternura. Serão gigantes por fora, mas tímidos meninos por
dentro.
Alguns deles cultivarão as próprias vaidades, não terão uma
relação romântica com seu ser, com a humanidade nem
muito menos com o meio ambiente. Se não se preocupam
consigo, como se preocuparão com a próxima geração? Se
destroem o ecossistema da sua mente, como cuidarão dos
ecossistemas da natureza? Se não procuram viver em
harmonia com seus pensamentos, se aquecem seu cérebro
com excesso de preocupações, como se preocuparão com o
aquecimento global? Você tem se preocupado com
ambiente da sua mente?
Para desenvolver um amor inteligente há segredos e
intrincáveis treinamentos. Quem quer aprender a amar
precisa:
Em primeiro lugar, enxergar que não existe destino. O
destino frequentemente é uma questão de escolha. Sim, há
fatos e circunstanciais que não controlamos. Mas o drama e
a comédia, os aplausos e as vaias, os sucessos e os fracassos,
estão ligados em grande parte às nossas decisões, atitudes,
caminhos traçados. Quem acredita em destino torna-se um
conformista, um especialista em reclamar e não um líder
capaz de transformar erros em acertos, lágrimas em
sabedoria, fracassos em etapas para se superar. Quantos não
vivem na lama do conformismo?
Em segundo lugar, precisa treinar sua emoção para sentir
prazer em fazer os outros felizes. Há prazer em ganhar
dinheiro, em viajar e ser reconheeido, mas não há maior
prazer do que contribuir com a inteligência e alegria dos
outros.
Terceiro, precisa equipar seu intelecto para observar o que as
palavras e as imagens não declaram. Necessita aprender a
ouvir mais do que falar e a sentir mais do que pensar.
Quarto, precisa desmistificar seu heroísmo, reconhecer sua
estupidez, estilhaçar seu orgulho.
Quinto, deve conhecer a arte de pedir desculpas e a arte de
desculpar. E, acima de tudo, deve aprender a se fazer
pequeno para tornar os pequenos grandes. Histórias de
relacionamentos saudáveis entre pais e filhos, professores e
alunos, maridos e esposas não requerem que as partes sejam
perfeitas, mas que ambas, apesar de imperfeitas, reconheçam
suas falhas, peçam desculpas sem medo e recomecem um
novo capítulo.
O amor inteligente estilhaça a autossuficiência e revela a
dependência. Vale mais do que ouro e pedras preciosas.
Renova o cansado, anima o abatido, torna fértil a mente
estéril. Sua ausência transforma jovens em idosos e sua
presença faz idosos voltarem a florescer da juventude.


AUGUSTO CURY

Pais e filhos


 
 
Pais e filhos: calados vivem, calados se
distanciam

O amor jamais pode ser ocultado, escondido, camuflado. Há
pais que nunca disseram aos seus filhos "eu te amo", "você é
muito importante para mim", "não desista, eu te apoio, você
pode conseguir".
Sim! Há pais que jamais manifestaram o amor através de
elogios, abraços, afetos, encorajamentos. Jamais comentaram
sobre seus fracassos para que seus filhos entendam que
ninguém é digno do sucesso se não usar suas derrotas para
conquistá-los. Jamais falaram de suas dores, para que seus
filhos não dêem as costas a elas, mas as enfrentem com
dignidade. Calados vivem, calados se distanciam, embora
vivam num mesmo espaço físico.
De outro lado, há filhos que nunca disseram aos seus pais
"obrigado por tudo que fizeram por mim", "vocês
sacrificaram alguns sonhos para que nós sonhássemos",
"tiveram noites de insônia para que nós dormíssemos",
"viveram dias tensos para que nós relaxássemos", "muito
obrigado por vocês existirem!" Filhos que se tornaram
especialistas em reclamar dos pais e apontar-lhes seus
defeitos não poderão um dia exigir dos seus próprios filhos o
que não deram aos seus pais. O agradecimento é um dos
pilares mais sublimes do amor.

AUGUSTO CURY

SOMOS ENERGIA EM MOVIMENTO CONSTANTE

Muitos de nós ocidentais, ainda continuam convencidos de que somos constituídos por um corpo físico, sólido, porém a realidade é que, de acordo com a física quântica, somos compostos por matéria energética (moléculas, átomos, quantas), ou seja, somos energia.






SEREMOS APENAS MATÉRIA?

Aliás, se observarmos num microscópio electrónico alguma parte do nosso corpo, concluiremos que até mesmo as partes mais sólidas são compostas de diminutas partículas com determinada carga eléctrica gravitando em torno de outras com carga eléctrica diferente, a exemplo do que observamos no resto do universo.

De acordo com a física quântica, o macrocosmo e o microcosmo reflectem-se holograficamente um no outro, ou seja, a exemplo das galáxias e das moléculas, também nós somos energia. A energia manifesta-se de distintas formas, animal, vegetal, mineral, ou outra, não deixando nenhuma delas de ser apenas uma expressão da energia original, cósmica e universal.

Assim, uma vez que a energia está em permanente movimento, em perpétua criação, o oceano cósmico de energia, que o universo constitui, age em vagas de possibilidades energéticas, que se expandem em variados níveis energéticos, abarcando várias realidades, de entre as quais, a física e a causal.

Seguindo esta perspectiva, cada um de nós, seres humanos, a exemplo do resto do universo, é igualmente uma manifestação energética, que utiliza a energia universal, movendo-a ininterruptamente, com os nossos pensamentos, sentimentos e acções, que são vagas de possibilidades energéticas, que se expandem em variados níveis energéticos, abarcando várias realidades, de entre as quais, a física e a causal.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

VELHICE - A SABEDORIA


A Velhice é um Vento

A velhice é um vento que nos toma
no seu halo feliz de ensombramento.
E em nós depõe do que se deu à obra
somente o modo de não sentir o tempo,
senão no ritmo interior de a sombra
passar à transparência do momento.
Mas um momento de que baniram horas
o hábito e o jeito de estar vendo
para muito mais longe. Para de onde a obra
surde. E a velhice nos ilumina o vento.

Fernando Echevarría, in "Figuras"

sábado, 23 de outubro de 2010

CADA UM DOS NOSSOS CHAKRAS - Localização

Muladhara

(Chacra Raiz)
Nome em sânscrito: MULADHARA ("Base e fundamento"; "Suporte")
Mantra: Lam.
Localização: Base da Espinha.
Cor: Vermelho.
Elemento: Terra.
Funções: Traz vitalidade para o corpo físico.
Qualidades Positivas: Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.
Qualidades Negativas: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.
O primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), situado na base da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chacra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um tumor no local.

Svadhisthana

 
(Chacra órgão genital e base da barriga)
Nome em sânscrito: SWADHISTANA ("Morada do Prazer")
Mantra: Mam.
Localização: Abaixo do umbigo.
Cor: Laranja.
Elemento: Água.
Funções: Força e vitalidade física.
Qualidades Positivas: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.
Qualidades Negativas: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.
O segundo chacra também chamado esplênico, sacro ou do baço, é responsável pela energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chacra é estimulado, propicia uma boa captação energética.

Manipura

(Chacra do umbigo)
Nome em sânscrito: MANIPURA ("Cidade das Jóias")
Mantra: Ram.
Localização: Zona da barriga.
Cor: Amarelo.
Elemento: Fogo.
Funções: Digestão, emoções e metabolismo.
Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro.
Qualidades Positivas: Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.
Qualidades Negativas: Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.
O terceiro chacra (conhecido como Chakra do Plexo Solar) localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.

Anahata

 

(Chacra cardíaco)
Nome em sânscrito: ANAHATA ("Invicto"; "Inviolado")
Mantra: Yam.
Localização: Coração.
Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).
Elemento: Ar.
Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.
Qualidades Positivas: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.
Qualidades Negativas: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.
O quarto chacra situa-se na direção do coração. Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.

Visuddha


(Chacra Laríngeo)
Nome em sânscrito: VISHUDDA ("O purificador")
Mantra: Ham.
Localização: Na garganta.
Cor: Azul claro.
Elemento: Éter.
Funções: Som, vibração, comunicação.
Qualidades Positivas: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.
Qualidades Negativas: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.
O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide. Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.

Ajña


(Chacra Frontal)
Nome em sânscrito: AJÑA ("O Centro de comando")
Mantra: Om.
Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.
Cor: Azul índigo.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.
Qualidades Positivas: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.
Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Falta de concentração, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão
O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.

Sahasra

(Chacra Coroa)

Nome em sânscrito: SAHASRA ("O Lótus das mil pétalas")
Mantra: Aum.
Localização: No topo da cabeça, bem no centro.
Cor: Violeta e Branco.
Elemento: Todos os elementos.
Funções: Revitaliza o cérebro.
Qualidades Positivas: Percepção além do tempo e do espaço. Abre a consciência para o infinito.
Qualidades Negativas: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração.
O sétimo é o mais importante dos chakras, situa-se no alto da cabeça e relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. Através dele recebemos a luz divina. A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.

O corpo físico e cada um dos chacras


Nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral. É através do desequilíbrio desta energia vital que as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino. Daí, a relação entre as doenças e as crises emocionais. É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves. Nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital, nos trazendo alegria e, principalmente, saúde. É através dos nadis (meridianos) - caminhos invisíveis dentro do nosso organismo - que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chacras, em pontos que concentram vibrações mais específicas.


Chacras - nossos canais de energia

Chacras ou xacras, também conhecidos pela grafia chakras são, segundo a filosofia ioga, canais dentro do corpo humano (nadis) por onde circula a energia vital (prana) que nutre órgãos e sistemas

. Existem várias rotas diferentes e independentes por onde circula esta energia Os chakras são os pontos onde essas rotas energéticas estão mais próximos da superfície do corpo.
Imagine que os chacras são uma lâmpada com uma tomada do lado. Eles tanto indicam a quantidade de energia naquele sistema específico como podem ser usados para recarregar a energia do sistema. Existem muitos canais e uma grande divergência quanto ao número exato. Algumas linhas afirmam existir 32, outra 114 e ainda 88.000 - sendo assentes todos que os principais são sete.

A palavra chakra vem do sânscrito e significa "roda", "disco", "centro" ou "plexo". Nesta forma eles são percebidos por videntes como vórtices (redemoinhos) de energia vital, espirais girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo. Os chakras são pontos de interseção entre vários planos e através deles nosso corpo etérico se manifesta mais intensamente no corpo físico.
Os Vedas (5.000 a.C.) contêm os mais antigos registros sobre chakras de que se tem notícia. Quando foram escritos, o Yoga já sistematizava o conhecimento e o trabalho energético dos chakras.
São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um corresponde à uma das sete principais glândulas do corpo humano. Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais. Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a "prana", flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento ou a doença.
Os chakras são conectados entre si por uma espécie de tubo etérico (Nadi) principal chamado "Sushumna", ao longo do eixo central do corpo humano, por onde dois outros canais alternados "Ida" que sai da base da espinha dorsal à esquerda de Sushumna e "Pingala" à direita ( na mulher estão invertidas estas posições ).
Os Nadis conduzem e regulam o "Prana" (energias yin e yang) em espirais concêntricas. Estes Nadis são os principais, entre milhares, que percorrem todo o corpo em todas as direções, linhas meridianos e pontos. Para os hindus os Nadis são sagrados, é por meio da "Sushumna" que o yogi deixa o seu corpo físico, entra em contato com os planos superiores e traz para o seu cérebro físico a memória de suas experiências.

Introdução aos Chakras


O que são chakras e suas propriedades psicológicas.
Chakras são centros de energia, situados na metade do corpo. Há sete deles, que governam nossas propriedades psicológicas. Os chakras situados na parte mais inferior de nosso corpo são nosso lado instintivo, os mais elevados no nosso lado mental.
Chakras no meio do corpoOs chakras podem ter vários níveis de atividade. Quando estão "abertos", estão considerados operantes em uma forma normal.
Idealmente, todos os chakras contribuiriam a nosso ser. Nossos instintos trabalhariam junto com os nosso sentimentos e pensar. Entretanto, este não é geralmente o caso. Alguns chakras não estão abertos bastante (sendo sob-ativo), e para compensar, outros chakras são sobre-ativos. O estado ideal é onde os chakras são equilibrados. Para saber como o estado de seus chakras são, faça o teste chakra.
Existem muitas técnicas para balancear os chakras. Na maior parte as técnicas para abrir chakras são usadas. Não faz sentido tentar fazer chakras sobre-ativos sobre os sob-ativos, porque estão compensando para outros chakras. Para restaurar a compensação não seriam sobre-ativos. Para equlibrar os chakras que estão compensando, estes devem ser abertos. Veja as técnicas para abrir chakras.

. 1 - Chakra Raiz

O Chakra da Raiz é sobre ser fisicamente lá, e o sentimento em repouso nas situações. Se estiver aberto, você sente aterrado, estável e seguro. Você não desconfia desnecessariamente das pessoas. Você se sente atual no aqui e agora e conectado a seu corpo físico. Você sente ter território suficiente.
Se você tender a ser medroso ou nervoso, seu Chakra da Raiz é provavelmente sob-ativo. Você não se sentiria facilmente bem-vindo.
Se este chakra for sobre-ativo, você pode ser muito materialista e ganancioso. Você provavelmente é obsessivo em ser seguro e resiste a mudança.

. 2 - Chakra Sacral

O Chakra Sacral é sobre o sentimento e a sexualidade. Quando está aberto, seus sentimentos fluem livremente, e se expressam sem você perceber que é sobre-emocional. Você está aberto à intimidade e você pode ser passional e vívido. Você não tem nenhum problema em tratar de sua sexualidade.
Se você tender a ser duro e frio ou a ser indiferente, o Chakra Sacral é sob-ativo. Você não está muito aberto às pessoas.
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a ser emocional toda a hora. Você se sentirá emocionalmente unido às pessoas e você pode ser muito sexualmente ativo.

. 3 - Chakra Umbigo

O Chakra Umbigo é sobre afirmar-se em um grupo. Quando está aberto, você se sente no controle e você tem suficiente auto-estima.
Quando o Chakra Umbigo é sob-ativo, você tende a ser passivo e indecisivo. Você é provavelmente tímido e não tem o que você quer.
Se este chakra for sobre-ativo, você dominativo e provavelmente até mesmo agressivo.

. 4 - Chakra Coração

O Chakra do Coração é sobre o amor, a bondade e a afeição. Quando está aberto, você é piedoso e amigável, e você trabalha em relacionamentos harmoniosos.
Quando seu Chakra do Coração é sob-ativo, você é frio e distante.
Se este chakra for sobre-ativo, você está sufocando as pessoas com seu amor e este provavelmente tem razões completamente egoístas.

. 5 - Chakra Garganta

O Chakra da Garganta é sobre a auto-expressão e falar. Quando está aberto, você não tem nenhum problema expressar-se, e você pode se passar por um modo artístico.
Quando este chakra está sob-ativo, você tende a não falar muito, e você é provavelmente introvertido e tímido. Contar mentiras pode bloquear este chakra.
Se este chakra for sobre-ativo, você tende a falar demasiadamente, geralmente domina as pessoas e as mantêm em distância. Você é um mau ouvinte se este for o caso.

. 6 - Chakra Terceiro Olho

O Chakra do Terceiro Olho é sobre a introspecção e o visualisação. Quando está aberto, você tem uma boa intuição. Você tende a fantasiar.
Se for sob-ativo, você não é muito bom em pensar em você mesmo, e você pode tender a confiar em autoridades. Você pode ser rígido em seu pensar, confiando em demasiadas opiniões. Você pode ser confundido facilmente.
Se este chakra for sobre-ativo, você pode viver em um mundo de fantasia. Em casos excessivos alucinações são possíveis.

. 7 - Chakra Coroa

O Chakra da Coroa é sobre a sabedoria e ser um com o mundo. Quando este chakra está aberto, você é desprejudicado e completamente ciente do mundo e de você mesmo.
Se for sob-ativo, você não está muito ciente da espiritualidade. Você provavelmente, é completamente rígido em seu pensar.
Se este chakra for sobre-ativo, você intelectualiza coisas demais. Você pode ser viciado em temas espirituais e está ignorando suas necessidades corporais.


Fonte: http://www.eclecticenergies.com/portugues/

Bashar - Um Número Infinito de Terras Paralelas

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

UM MANUAL PARA A ASCENSÃO por Serapis


Impressionante livro que revela o jogo da vida, ou jogo da separação que intencionalmente decidimos jogar e que nos dá uma visão de uma luzinha ao final do túnel da confusão da nossa realidade física e nos elucida em muitas questões interiores e espirituais. Recomendo a sua leitura e veja se vai ao encontro da sua verdade... senão, siga o seu caminho .... de certeza que, por muito ou pouco demorado, irá lá chegar!!

JOGADA DE TARÔT


 




Os Florais de Bach



O QUE SÃO

Quando nos sentimos bem, realizados e felizes, estamos em equilíbrio com tudo e conseguimos transmitir aos nosso familiares e amigos somente bons fluidos.

Porém, com os acontecimentos da vida, às vezes precisamos de um pouco de ajuda para alcançarmos este equilíbrio e seguirmos em frente. É nesse momento que os Florais de Bach podem ajudá-lo.

Criados por um médico inglês nos anos 30, os Florais de Bach são 38 essências de plantas e florais que podem ajudá-lo a administrar as pressões emocionais do dia-a-dia. Cada floral é indicado a uma emoção específica. Pode ser tomando individualmente ou misturado de acordo com o que estiver sentindo.

Pesquisas recentes sobre as emoções e o sistema imunológico reforçam o ponto de vista de que a saúde emocional e a saúde física estão relacionadas.

Cada vez mais, peritos médicos concordam que uma mente saudável garante realmente um corpo saudável. Os Florais de Bach podem ajudá-lo a controlar os seus sentimentos e aproveitar melhor a vida.

 
 
Edward Bach foi um médico de Harley Street, bacteriologista e pesquisador bem conhecido. Identificou 38 estados negativos da mente e criou uma essência floral ou de planta para cada um. Passou os últimos anos de sua vida num pequeno chalé chamado Mount Vernon e foi ali que ele concluiu suas pesquisas. Hoje Mount Vernon é mais conhecido como The Bach Centre (O Centro Bach) e os atuais responsáveis continuam a produzir as tinturas mãe (o primeiro processo na elaboração dos Florais) utilizando em muitos casos os mesmos locais identificados por Dr. Bach nos anos 30.
Somente a Assinatura Bach garante que você adquiriu os Florais de Bach Originais, elaborados como sempre foram desde os tempos de Dr. Bach, com tinturas produzidas exclusivamente no The Bach Centre em Mount Vermon.




Consulte:

Medo: Rock Rose, Mimulus, Cherry Plum, Aspen, Red Chestnut

Incerteza: Cerato, Scleranthus, Gentian, Gorse, Hornbeam, Wild Oat

Falta de Interesse no mundo à sua volta: Clematis, Honeysuckle, Wild Rose, Olive, White Chestnut, Mustard, Chestnut Bud

Solidão: Water Violet, Impatiens, Heather

Hipersensibilidade aos outros: Agrimony, Centaury, Walnut, Holly

Desalento ou desespero: Larch, Pine, Elm, Sweet Chestnut, Star of Bethlehem, Willow, Oak, Crab Apple

Preocupação exagerada pelo bem-estar dos outros: Chicory, Vervain, Vine, Beech, Rock Water




Como Tomar os Florais de Bach:


Diluir 2 gotas (4 gotas de Rescue Remedy) da essência escolhida num copo com água; tomar em pequenos goles a intervalos regulares. Repita conforme necessário.

Para a utilização de várias essências escolhidas (máximo de 7), adicione 2 gotas num frasco de 30 ml, complete com água mineral e tome 4 gotas pelo menos quatro vezes ao dia.

Se necessário, as gotas de Florais de Bach podem ser administradas puras, diretamente na língua ou, se preferir, passar nos lábios, por detrás das orelhas, nas têmporas ou pulsos. Os Florais de Bach podem ser tomados com a frequência que desejar. Se estiver se sentindo indisposto, poderá utilizar apenas uma dose. Mas se a indisposição persistir por algum tempo, poderá tomá-los quando necessário.





Pode encontrar os florais em ervanárias.



O Poder do Subconsciente - Joseph Murphy


Um livro que recomendo vivamente!
Desperta em si uma verdade que nos está oculta desde tempos imemoriais mas que quando relatada nos toca dentro e nos faz sentir que realmente o poder existe.
Se ressoar em si, vai encontrar dentro do seu interior muita resistência, suas memórias e padrões antigos resistindo e querendo prevalecer sempre.
No entanto e se persisitir, tenha em mente que a luta é árdua e necessária de grande paciência, no entanto  vai ter a sensação maravilhosa que de facto o poder está nas suas mãos e não nas mãos do que ou de quem quer que seja, e de que estará subindo em consciência.
Boa viagem então .....

CLICK no link abaixo para aceder à sua leitura ou gravar em seu PC

TESTE QUAL DOS DOIS HEMISFÉRIOS VOCÊ USA MAIS Para aceder clik no título








Caclule seu bioritmo - CLICK

TAROT DA CRUZ - Clik P/JOGAR

DIVULGANDO O LIVRO DE MARIA ALICE CERQUEIRA

Livro: "DOIS JOVENS EM BUSCA DA FELICIDADE " de uma amiga visite seu blog- clique na imagem

Livros grátis para download - todos os géneros

Blog Ebooks Grátis

Reflexão surpresa - clik

Reflexão surpresa - clik
de: SIMONE: Auto-ajuda

Acenda a sua vela

Acenda a sua vela
clik na imagem: