sábado, 26 de fevereiro de 2011

A NOSSA LUZ




Sobre a Luz:

O que significa espiritualmente o termo Luz? Embora não saibamos definir exatamente o que é Luz, todos sabem o que isso significa. Poderíamos dizer que é uma força invisível que interage com o ser humano, ou dizer que é a força existente no âmago de quase todas as religiões e buscas espirituais; mas o fato é que Luz é Luz mesmo, só que essa Luz à qual nos referimos é uma Luz espiritual. E o mais importante é que ela funciona, qualquer que seja o motivo.
É muito fácil usar a Luz. Apenas peça que a Luz (você pode imaginá-la uma Luz branca, brilhante e pura) seja enviada para o bem maior de todos os envolvidos. Isso é tudo; esse é o uso da Luz.
Na verdade, a Luz não pode ser enviada - ela já se encontra em toda parte, em todos os lugares. Em certo sentido, é tão tolo enviar a Luz quanto é tolo enviar o ar. O que fazemos é pedir à Luz, que já está, para que faça algo para o bem maior.
Como poderemos saber se a Luz funcionou? Ou a situação muda, ou a atitude das pessoas em relação à situação muda, ou ambas as coisas acontecem.
Ocorre que as situações podem não se modificar da forma que gostaríamos ou que os outros gostariam. A Luz não é um mensageiro dos céus, pronta para atender aos nossos desejos; ela não fará o que desejamos à custa de outras pessoas ou às nossas próprias custas. Se a Luz atendesse prontamente todos os nossos desejos, não seria Luz, seria trevas.
É aí que entra a parte do bem maior. Nem sempre sabemos qual é o bem maior, para nós e para os outros, embora muito freqüentemente achemos que sim. Quantas vezes já não aconteceu de nossos pensamentos, desejos e sentimentos estarem completamente equivocados? Eis porque sugerimos que sempre que usar a Luz, você acrescente: "... para o bem maior de todos os envolvidos". O bem maior é a cláusula de segurança. Não pretenda transformar a Luz em trevas.
O uso da Luz não requer qualquer ritual ou procedimento complicado, e não leva quase tempo algum. Podemos simplificá-lo em três palavras: "Luz, bem maior". Se você se encontra preocupado com alguém ou alguma coisa, acrescente "Luz, bem maior" à sua preocupação e desprenda-se dela. Você pode se empenhar física, mental ou espiritualmente na solução da sua preocupação, mas nunca se esqueça de usar a Luz para o bem maior de todos os envolvidos. Desprender-se momentaneamente da sua preocupação é fundamental. O não desprender-se da preocupação se assemelharia ao colocar uma carta no correio e não soltá-la.
Perguntar em quais situações você pode usar a Luz, seria o mesmo que perguntar em quais situações você pode usar o ar. Não podemos imaginar uma só situação na qual você não possa usar a Luz. Como situações ótimas, você pode usá-la ao dormir, pedindo à Luz que o proteja, abençoe e cure - ou a alguém - pelo seu bem maior e o de todos os envolvidos; e você pode usá-la ao acordar, pedindo à Luz que esteja com você e que o preceda, preparando cada experiência do dia pelo seu bem maior e o de todos os envolvidos.
O uso da Luz não é prioridade de qualquer religião, seita ou caminho espiritual. Ela pode ser utilizada por qualquer um, em qualquer situação, em qualquer lugar, como um complemento à qualquer religião, seita ou caminho espiritual em que você se encontre ou venha a se encontrar no futuro. O que desejamos é que o seu uso da Luz se torne tão automático quanto o seu ato de respirar.



Após a Luz:

"Acenderei a Luz e seremos apenas pessoas, agora visíveis e tão comuns umas às outras, frente a frente. Vocês me olhando e se perguntando por que não haviam percebido essa igualdade antes: bastava ter acendido a Luz. Não é que eu tenha me tornado comum. Vocês é que se tornaram extraordinários."

Sem comentários:

Tarot de OSHO clik

Se gosta de ERVAS e ESPECIARIAS CLIK

Se lhe interessa a NOVA ERA Clik

sábado, 26 de fevereiro de 2011

A NOSSA LUZ




Sobre a Luz:

O que significa espiritualmente o termo Luz? Embora não saibamos definir exatamente o que é Luz, todos sabem o que isso significa. Poderíamos dizer que é uma força invisível que interage com o ser humano, ou dizer que é a força existente no âmago de quase todas as religiões e buscas espirituais; mas o fato é que Luz é Luz mesmo, só que essa Luz à qual nos referimos é uma Luz espiritual. E o mais importante é que ela funciona, qualquer que seja o motivo.
É muito fácil usar a Luz. Apenas peça que a Luz (você pode imaginá-la uma Luz branca, brilhante e pura) seja enviada para o bem maior de todos os envolvidos. Isso é tudo; esse é o uso da Luz.
Na verdade, a Luz não pode ser enviada - ela já se encontra em toda parte, em todos os lugares. Em certo sentido, é tão tolo enviar a Luz quanto é tolo enviar o ar. O que fazemos é pedir à Luz, que já está, para que faça algo para o bem maior.
Como poderemos saber se a Luz funcionou? Ou a situação muda, ou a atitude das pessoas em relação à situação muda, ou ambas as coisas acontecem.
Ocorre que as situações podem não se modificar da forma que gostaríamos ou que os outros gostariam. A Luz não é um mensageiro dos céus, pronta para atender aos nossos desejos; ela não fará o que desejamos à custa de outras pessoas ou às nossas próprias custas. Se a Luz atendesse prontamente todos os nossos desejos, não seria Luz, seria trevas.
É aí que entra a parte do bem maior. Nem sempre sabemos qual é o bem maior, para nós e para os outros, embora muito freqüentemente achemos que sim. Quantas vezes já não aconteceu de nossos pensamentos, desejos e sentimentos estarem completamente equivocados? Eis porque sugerimos que sempre que usar a Luz, você acrescente: "... para o bem maior de todos os envolvidos". O bem maior é a cláusula de segurança. Não pretenda transformar a Luz em trevas.
O uso da Luz não requer qualquer ritual ou procedimento complicado, e não leva quase tempo algum. Podemos simplificá-lo em três palavras: "Luz, bem maior". Se você se encontra preocupado com alguém ou alguma coisa, acrescente "Luz, bem maior" à sua preocupação e desprenda-se dela. Você pode se empenhar física, mental ou espiritualmente na solução da sua preocupação, mas nunca se esqueça de usar a Luz para o bem maior de todos os envolvidos. Desprender-se momentaneamente da sua preocupação é fundamental. O não desprender-se da preocupação se assemelharia ao colocar uma carta no correio e não soltá-la.
Perguntar em quais situações você pode usar a Luz, seria o mesmo que perguntar em quais situações você pode usar o ar. Não podemos imaginar uma só situação na qual você não possa usar a Luz. Como situações ótimas, você pode usá-la ao dormir, pedindo à Luz que o proteja, abençoe e cure - ou a alguém - pelo seu bem maior e o de todos os envolvidos; e você pode usá-la ao acordar, pedindo à Luz que esteja com você e que o preceda, preparando cada experiência do dia pelo seu bem maior e o de todos os envolvidos.
O uso da Luz não é prioridade de qualquer religião, seita ou caminho espiritual. Ela pode ser utilizada por qualquer um, em qualquer situação, em qualquer lugar, como um complemento à qualquer religião, seita ou caminho espiritual em que você se encontre ou venha a se encontrar no futuro. O que desejamos é que o seu uso da Luz se torne tão automático quanto o seu ato de respirar.



Após a Luz:

"Acenderei a Luz e seremos apenas pessoas, agora visíveis e tão comuns umas às outras, frente a frente. Vocês me olhando e se perguntando por que não haviam percebido essa igualdade antes: bastava ter acendido a Luz. Não é que eu tenha me tornado comum. Vocês é que se tornaram extraordinários."

Sem comentários:

Caclule seu bioritmo - CLICK

TAROT DA CRUZ - Clik P/JOGAR

DIVULGANDO O LIVRO DE MARIA ALICE CERQUEIRA

Livro: "DOIS JOVENS EM BUSCA DA FELICIDADE " de uma amiga visite seu blog- clique na imagem

Livros grátis para download - todos os géneros

Blog Ebooks Grátis

Reflexão surpresa - clik

Reflexão surpresa - clik
de: SIMONE: Auto-ajuda

Acenda a sua vela

Acenda a sua vela
clik na imagem: