domingo, 5 de dezembro de 2010

Fotos Kirlian

Fotos Kirlian 

 

 

Próximo ao final do ano de 1939, em uma pequena cidade ao sul da antiga União Soviética, Semyon Davidovit Kirlian, um eletricista famoso pôr seus bons serviços de manutenção em equipamentos eletro-eletrônicos, obtinha acidentalmente (ou não), a primeira Foto Kirlian da história. Ao ser chamado para consertar um aparelho de eletromedicina de um hospital local, Kirlian encostou a mão em uma peça energizada e foi vítima de uma fortíssima descarga elétrica. No momento do choque, ele observou que entre seus dedos e a peça energizada, formavam-se interessantes e maravilhosas luminescências azuladas. Sem saber o que havia descoberto, e sem se preocupar muito com a dor, ele novamente encostou sua mäo na peça energizada, só que desta vez com um filme fotográfico entre eles e na mais completa escuridão. Ele colocou o filme no revelador e a medida que a foto era formada, Kirlian se deparava com maravilhosos matizes e raios, que aos poucos iam tomando a forma de sua mäo.
É claro que naquela época Kirlian nem se quer imaginava o que havia descoberto, e mesmo sem saber o que aquelas estranhas formas podiam revelar, ele continuou suas pesquisas, sempre muito bem apoiado por sua esposa Valentina que sempre estava disposta a ser sua "cobaia" nas fotos.
O tempo foi passando e Kirlian desenvolveu aparelhos que pudessem lhe proporcionar as fotos sem a desagradável dor e os malefícios das descargas elétricas. Certa vez se deparou com uma foto estranha, diferente do "padrão" que estava acostumado a obter. Kirlian testou todos os componentes da máquina, tirou novas fotos e as mesmas estranhas formas estavam presentes. Poucos dias depois ele adoeceu com sérios problemas cardíacos, provavelmente conseqüentes das experiências com a alta voltagem, só que a estranha foto que tirou de seu próprio dedo já lhe mostrara isso, mesmo antes dele adoecer.
Quando os cientistas ficaram cientes desse fato, estes juntamente com os líderes estaduais passaram a dar certa atenção às pesquisas que Kirlian e sua esposa vinham fazendo. Certa vez um cientista levou duas folhas aparentemente de um mesmo vegetal para que Kirlian as fotografasse. Ao revelar as fotos, uma delas apresentava maravilhosos contornos luminescentes, enquanto a outra apenas manchas ou borrões luminosos podiam ser vistos. Somente após chamar o cientista à sua casa é que Kirlian ficou sabendo que o vegetal cuja folha proporcionou a foto ruim já havia até morrido, contaminado com uma doença. Somente então é que o trabalho que Kirlian vinha realizando tornou-se realmente reconhecido.

De lá para ca muita coisa aconteceu, muitas pesquisas foram feitas, muitas dúvidas foram levantadas e muitas especulações foram feitas em cima do que realmente estava se obtendo com as fotos Kirlian.
Mas e hoje ? Depois do polêmico "Efeito Kirlian" já ter sido mais do que testado, duvidado e comprovado, será que sua total aceitação e viabilidade de uso em diagnósticos de doenças, não foi possível até agora porque nos falta um "elo" de conhecimento que nos possibilite entender exatamente o que é obtido nessas fotos ?
 
De acordo com a milenar cultura oriental, sabemos que os raios solares ao incidirem sobre a Terra, não produzem apenas ondas de calor, mas em contato com as camadas de gases que nos envolve, formam partículas de energia que foram chamadas de "Ki" ou "Prana" ou ainda, de "Energia Vital", que são responsáveis pela "manutenção energética" da vida em nosso Planeta, equilibrando energeticamente e literalmente "mantendo vivo" tudo que se encontra a nossa volta e, inclusive, nós mesmos. Através de pesquisas, foi constatado que a maior parte dos óbitos de pacientes dos hospitais ocorre durante a noite, exatamente quando a quantidade de "Prana" presente no ar diminui consideravelmente, comprovando sua extrema importância na vida de nosso Planeta!
Todos os seres vivos e todas as coisas que podemos encontrar a nossa volta, está constantemente trocando energias com o meio, buscando sempre o "equilíbrio", sejam estas energias em forma de ondas de calor, ondas magnéticas, eletromagnéticas e etc. O mesmo ocorre em relação ao Prana, que é assimilado por tudo e, no caso dos seres humanos, entra principalmente através dos três primeiros "CHAKRAS", alimenta os "Corpos" e, após equilibrá-los, o que não for utilizado é sabiamente devolvido à natureza, para que seja aproveitado no equilíbrio do próximo. É exatamente o retorno dessa energia prânica devolvida que forma o que chamamos de "AURA". Constatamos com isso que, não somente os seres vivos, mas também todos os objetos animados ou inanimados possuem "Aura", pois também estão diretamente recebendo o "Prana".
Através da Teosofia, sabemos que o homem possui sete principais Chakras, que exercem a função de assimilar as energias pranicas e alimentar os "sete corpos principais". O primeiro e mais denso desses sete corpos, é chamado de "Corpo Físico" e é formado por matéria física (corpo físico) e matéria etérica (corpo etérico ou duplo etérico).




É sabido também que muito antes de nos tornarmos enfermos, os sintomas dessas doenças podem ser diagnosticados no nosso corpo etérico, aparecendo como um "desequilíbrio energético" indicando uma "tendência" a ficarmos doentes, podendo isso acontecer ou não. Isso significa que, se podemos "ver" que estamos tendendo e ter certa doença antes dela se manifestar fisicamente, podemos nos fortalecer ou nos "prevenir" para que esta não se manifeste no corpo físico. E esta, sem dúvida, é a maior utilidade da Máquina Kirlian: a prevenção de doenças.
Através de fotos das pontas dos dedos, onde se localizam os extremos dos "Meridianos" (condutores invisíveis do fluxo natural de energias para certas partes vitais do corpo humano), que são utilizados pela acupuntura e outras técnicas orientais, podemos saber como está nossa "saúde energética" por onde esses meridianos passam.
 



Então fotografando o dedo polegar, por exemplo, podemos saber se estamos com desequilíbrios nos meridianos responsáveis pela manutenção de energia nos pulmões, faringe, ouvidos, sistema linfático e maxilares, assim como, no dedo mínimo temos os meridianos do coração e intestino delgado. Além disso, através da média das fotos de cinco dedos de uma pessoa, tiradas de uma só vez, podemos constatar também o grau de Paranormalidade, Preocupação com os outros, Conflitos Emocionais, Mágoas, Carências e outros aspectos pessoais que constituem o que podemos chamar de "Personalidade Aurica". Isso é uma coisa muito interessante, pois diferencia muito as pessoas, e pode ser facilmente constatado ao observarmos que o conjunto de cinco (ou mais) fotos de uma pessoa, que se mostram semelhantes entre si, são tão diferentes do conjunto de fotos de outra pessoa. Hoje em dia, até mesmo doenças como o Câncer, ou simples tendências à tumores que uma pessoa apresente pode ser diagnosticado prematuramente com as Fotos Kirlian.



As Máquinas Kirlian que são utilizadas hoje em dia, ao contrário do que muita gente pensa, não possui a mínima semelhança física com uma máquina fotográfica comum e, com elas, não é possível se obter fotos de corpo inteiro das pessoas, pois no processo de obtenção das fotos, o dedo fica em contato direto com o filme. Os próprios Meridianos inviabilizam a necessidade de se fotografar a pessoa por inteiro, além, é claro, do custo da revelação e do filme de proporções humanas.
A Máquina Kirlian, é composta de um gerador temporizado de alta tensão e freqüência, um compartimento especial que chamamos de porta-filme, e uma bolsa ou câmara escura onde este porta-filme fica encerrado, pois durante todo o processo, o filme não pode receber a menor quantidade que seja de luz. Esta é mais uma grande diferença entre uma máquina fotográfica comum e nossas Máquinas Kirlian.




A KIRLIANGRAFIA NA PREVENÇÄO DO CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS
O sol, ao incidir seus raios sobre a Terra, não produz apenas calor e outros tipos de radiações que conhecemos e nos acostumamos a sentir, mas, conforme a milenar cultura oriental, o Sol também é responsável pela formação de partículas de energia que são chama das de KI, Prana ou ainda Energia Vital. Essas partículas são responsáveis pela manutenção da vida em nosso Planeta, e tudo que se encontra a nossa volta, incluindo nós mesmos, está constantemente trocando energias com o meio, sejam essas em forma de calor, luz, eletromagnéticas e etc.. O mesmo ocorre com o Prana que, no caso do homem, entra através dos Sete Chakras Principais para alimentar os Sete Principais Corpos Sutis e, como "na Natureza nada se cria, tudo se transforma", o que não é aproveitado, é sabiamente devolvido, numa infinita busca ao Equilíbrio (Yin & Yang), perpetuando o infinito ciclo da vida. É exatamente o retorno dessa Energia que chamamos de AURA.



Quanto mais "sadios energeticamente" estivermos e quanto maior for o grau de nossa "evoluçäo espiritual", menos Prana necessitaremos, devolvendo praticamente tudo que captamos de volta ao meio, e com isso, maior será o "tamanho" de nossa Aura. Diz-se que a Aura de líderes espirituais como Buda, Jesus e outros, se estendiam por mais de 360 quilômetros (isso mesmo!) de distância. Isso pode ser lido em uma passagem Bíblica, embora restringida apenas à presença de Deus, que diz: "Nele vivemos, nos movemos e somos".
Quando certa parte do corpo está energeticamente debilitada, necessita de uma porção maior de Prana que outra parte "sadia"; nessa região o Prana pode ser totalmente absorvido e quase nada é de volvido. Neste caso ocorre o que chamamos de "Furo Áurico". Os "Furos Áuricos", conforme já foi observado em estudos, estão diretamente ligados com o lado emocional das pessoas, pois podem ser gerados não só pela influência de Energias Externas (intrusas), mas na sua maioria, são gerados internamente, através dos "conflitos emocionais" de uma pessoa, e quanto maior sua intensidade, maior é a tendência dessa pessoa a entrar em Estado Depressivo. Quanto mais essa pessoa fica depressiva, mais aumenta esse Furo Áurico, que torna a pessoa ainda mais depressiva e debilitada, em um efeito "bola de neve", que aumenta cada vez mais e quanto mais aumenta, mais deixa a pessoa sujeita a doenças. É por isso que alguns sábios dizem que "Doenças não existem, pois somos nós mesmos que a criamos", e de certa forma o fazemos. Para reforçar como o Prana é essencial à vida, pesquisas mostram que a maioria do "óbitos naturais" ocorrem durante a noite, justamente no período que a quantidade de Prana diminui bastante. Podemos observar isso facilmente com simples resfriados, quando pioramos no período da noite e melhoramos consideravelmente durante o dia.
No Primeiro Plano de Evoluçäo do Homem (Plano Físico), pode ser encontrado o primeiro de nossos Sete Principais Corpos Sutis, que é formado por Matéria Física (Corpo Físico) e por uma "cópia xerox" formada por Energia Etérica (Duplo Etérico). Este corpo é o responsável direto pela entrada e saída das energias e é sabido que muito antes de nos tornarmos enfermos, já apresentamos em nosso Corpo Etérico os vestígio (Desequilíbrios Energéticos) dessas possíveis enfermidades, as vezes até muito tempo antes e depois delas se manifestarem (ou não) fisicamente, e se tornarem o que conhecemos como doenças. Esses desequilíbrios podem se manifestar de várias formas, não só como "Furos Áuricos", mas também de muitas outras formas e cores na Aura, como manchas, borrões, desorganizações e/ou concentração de raios (no casos de dor e intoxicação) e até mesmo como outra forma de "energia" que se vê nitidamente que não pertence a Aura da pessoa que a carrega (no caso de Energia Intrusa ou "obsessor").
É exatamente nesse Primeiro Corpo (Físico/Etérico) que nossa Máquina Kirlian opera. Fotografando os Desequilíbrios Energéticos de uma pessoa, podemos preveni-la da possibilidade de desenvolver (se ainda não aconteceu) aquele tipo de doença. Esses Desequilíbrios podem ser eliminados de várias formas, no lado Físico com a simples prevenção ou precaução, por exemplo: se uma pessoa apresentar Desequilíbrios na região do Pulmão, pode vir a ficar resfriada, e, sabendo dessa possibilidade, deve se prevenir; ou no lado Etérico, com as Terapias Alternativas, como por exemplo, a Cromoterapia, que no caso de resfriados aconselha as tonalidades da cor laranja.
Hoje em dia podemos diagnosticar nas Fotos Kirlian de uma pessoa, problemas de ordem emocional, mental e física, como por exemplo: Conflitos Emocionais, Depressão, Preocupação Excessiva, Perdas de Energias, Impreguinação do Organismo (Intoxicação), desequilíbrios energéticos nos Meridianos (possíveis problemas de saúde), e até em casos mais graves, tendências à Tumores e até mesmo a CÂNCER. É claro, que ao se analisar um conjunto de fotos de uma pessoa, deve se levar em conta vários fatores, como hora em que as fotos foram tiradas, idade dessa pessoa e se esta já não apresenta ou já apresentou os sintomas dos problemas encontrados. Devemos acima de tudo deixar que nosso bom senso fale pôr nós mesmos, para não tirarmos conclusões precipitadas, passando um diagnóstico errôneo, comprometendo com isso a seriedade de nosso trabalho, que deve ser levada em conta acima de qualquer outro fator.


Obs.: A Máquina Kirlian nacional é um aparelho feito por processos que preservam características e apresentação profissionais. Sua construção segue a risca padrões de funcionamento que garantem seu uso em pesquisas sérias e até científicas, nada deixando a desejar aos modelos importados.
Significado
Muito se especula sobre o que é registrado nas fotos Kirlian. Numa visão mística, alguns entusiastas religiosos alegam que as imagens do halo registrado nas fotos, correspondem à aura. Outros, sob uma visão puramente científica, dizem que se trata apenas de "Efeito Corona" ou "Fogo de Santelmo" e nada além disso fica registrado nas fotos.
Seja o que esteja por trás do "efeito Kirlian" e sua aplicabilidade prática, é sabido que não se trata de "Aura" o que é registrado nas fotos Kirlian. Provavelmente cabendo à propria "ciência" aceitar a estudar do "fenômeno" de forma clara, objetiva e despreconceituosa.
Céticos afirmam que grande parte dos halos são gerados pela umidade que ocorre naturalmente em todos os seres vivos, que se tornam ionizada devido aos campos elétricos de alta-tensão e alta-freqüência utilizados nessa técnica e captados pela emulsão fotográfica. De fato, considera-se que pelo menos vinte e duas características físicas, químicas e fotoquímicas podem influenciar as descargas coronais vistas nas fotos Kirlian.
A hipótese de o fenômeno registrado ser realmente a aura dos objetos fotografados é atualmente desacreditada em praticamente todos os meios, salvo em alguns círculos místicos que ignoram as evidências contra tal explicação.
O maior argumento a favor da explicação aceita pela comunidade científica (e consequentemente contra a explicação mística para o fenômeno) é o fato de que a suposta aura não aparece se a fotografia for realizada no vácuo. Como a suposta aura defendida pelos esotéricos deveria continuar existindo no vácuo, ou em qualquer outra condição atmosférica, esse fato representou um duro golpe na explicação mística para a imagem registrada pela fotografia Kirlian.

Sem comentários:

Tarot de OSHO clik

Se gosta de ERVAS e ESPECIARIAS CLIK

Se lhe interessa a NOVA ERA Clik

domingo, 5 de dezembro de 2010

Fotos Kirlian

Fotos Kirlian 

 

 

Próximo ao final do ano de 1939, em uma pequena cidade ao sul da antiga União Soviética, Semyon Davidovit Kirlian, um eletricista famoso pôr seus bons serviços de manutenção em equipamentos eletro-eletrônicos, obtinha acidentalmente (ou não), a primeira Foto Kirlian da história. Ao ser chamado para consertar um aparelho de eletromedicina de um hospital local, Kirlian encostou a mão em uma peça energizada e foi vítima de uma fortíssima descarga elétrica. No momento do choque, ele observou que entre seus dedos e a peça energizada, formavam-se interessantes e maravilhosas luminescências azuladas. Sem saber o que havia descoberto, e sem se preocupar muito com a dor, ele novamente encostou sua mäo na peça energizada, só que desta vez com um filme fotográfico entre eles e na mais completa escuridão. Ele colocou o filme no revelador e a medida que a foto era formada, Kirlian se deparava com maravilhosos matizes e raios, que aos poucos iam tomando a forma de sua mäo.
É claro que naquela época Kirlian nem se quer imaginava o que havia descoberto, e mesmo sem saber o que aquelas estranhas formas podiam revelar, ele continuou suas pesquisas, sempre muito bem apoiado por sua esposa Valentina que sempre estava disposta a ser sua "cobaia" nas fotos.
O tempo foi passando e Kirlian desenvolveu aparelhos que pudessem lhe proporcionar as fotos sem a desagradável dor e os malefícios das descargas elétricas. Certa vez se deparou com uma foto estranha, diferente do "padrão" que estava acostumado a obter. Kirlian testou todos os componentes da máquina, tirou novas fotos e as mesmas estranhas formas estavam presentes. Poucos dias depois ele adoeceu com sérios problemas cardíacos, provavelmente conseqüentes das experiências com a alta voltagem, só que a estranha foto que tirou de seu próprio dedo já lhe mostrara isso, mesmo antes dele adoecer.
Quando os cientistas ficaram cientes desse fato, estes juntamente com os líderes estaduais passaram a dar certa atenção às pesquisas que Kirlian e sua esposa vinham fazendo. Certa vez um cientista levou duas folhas aparentemente de um mesmo vegetal para que Kirlian as fotografasse. Ao revelar as fotos, uma delas apresentava maravilhosos contornos luminescentes, enquanto a outra apenas manchas ou borrões luminosos podiam ser vistos. Somente após chamar o cientista à sua casa é que Kirlian ficou sabendo que o vegetal cuja folha proporcionou a foto ruim já havia até morrido, contaminado com uma doença. Somente então é que o trabalho que Kirlian vinha realizando tornou-se realmente reconhecido.

De lá para ca muita coisa aconteceu, muitas pesquisas foram feitas, muitas dúvidas foram levantadas e muitas especulações foram feitas em cima do que realmente estava se obtendo com as fotos Kirlian.
Mas e hoje ? Depois do polêmico "Efeito Kirlian" já ter sido mais do que testado, duvidado e comprovado, será que sua total aceitação e viabilidade de uso em diagnósticos de doenças, não foi possível até agora porque nos falta um "elo" de conhecimento que nos possibilite entender exatamente o que é obtido nessas fotos ?
 
De acordo com a milenar cultura oriental, sabemos que os raios solares ao incidirem sobre a Terra, não produzem apenas ondas de calor, mas em contato com as camadas de gases que nos envolve, formam partículas de energia que foram chamadas de "Ki" ou "Prana" ou ainda, de "Energia Vital", que são responsáveis pela "manutenção energética" da vida em nosso Planeta, equilibrando energeticamente e literalmente "mantendo vivo" tudo que se encontra a nossa volta e, inclusive, nós mesmos. Através de pesquisas, foi constatado que a maior parte dos óbitos de pacientes dos hospitais ocorre durante a noite, exatamente quando a quantidade de "Prana" presente no ar diminui consideravelmente, comprovando sua extrema importância na vida de nosso Planeta!
Todos os seres vivos e todas as coisas que podemos encontrar a nossa volta, está constantemente trocando energias com o meio, buscando sempre o "equilíbrio", sejam estas energias em forma de ondas de calor, ondas magnéticas, eletromagnéticas e etc. O mesmo ocorre em relação ao Prana, que é assimilado por tudo e, no caso dos seres humanos, entra principalmente através dos três primeiros "CHAKRAS", alimenta os "Corpos" e, após equilibrá-los, o que não for utilizado é sabiamente devolvido à natureza, para que seja aproveitado no equilíbrio do próximo. É exatamente o retorno dessa energia prânica devolvida que forma o que chamamos de "AURA". Constatamos com isso que, não somente os seres vivos, mas também todos os objetos animados ou inanimados possuem "Aura", pois também estão diretamente recebendo o "Prana".
Através da Teosofia, sabemos que o homem possui sete principais Chakras, que exercem a função de assimilar as energias pranicas e alimentar os "sete corpos principais". O primeiro e mais denso desses sete corpos, é chamado de "Corpo Físico" e é formado por matéria física (corpo físico) e matéria etérica (corpo etérico ou duplo etérico).




É sabido também que muito antes de nos tornarmos enfermos, os sintomas dessas doenças podem ser diagnosticados no nosso corpo etérico, aparecendo como um "desequilíbrio energético" indicando uma "tendência" a ficarmos doentes, podendo isso acontecer ou não. Isso significa que, se podemos "ver" que estamos tendendo e ter certa doença antes dela se manifestar fisicamente, podemos nos fortalecer ou nos "prevenir" para que esta não se manifeste no corpo físico. E esta, sem dúvida, é a maior utilidade da Máquina Kirlian: a prevenção de doenças.
Através de fotos das pontas dos dedos, onde se localizam os extremos dos "Meridianos" (condutores invisíveis do fluxo natural de energias para certas partes vitais do corpo humano), que são utilizados pela acupuntura e outras técnicas orientais, podemos saber como está nossa "saúde energética" por onde esses meridianos passam.
 



Então fotografando o dedo polegar, por exemplo, podemos saber se estamos com desequilíbrios nos meridianos responsáveis pela manutenção de energia nos pulmões, faringe, ouvidos, sistema linfático e maxilares, assim como, no dedo mínimo temos os meridianos do coração e intestino delgado. Além disso, através da média das fotos de cinco dedos de uma pessoa, tiradas de uma só vez, podemos constatar também o grau de Paranormalidade, Preocupação com os outros, Conflitos Emocionais, Mágoas, Carências e outros aspectos pessoais que constituem o que podemos chamar de "Personalidade Aurica". Isso é uma coisa muito interessante, pois diferencia muito as pessoas, e pode ser facilmente constatado ao observarmos que o conjunto de cinco (ou mais) fotos de uma pessoa, que se mostram semelhantes entre si, são tão diferentes do conjunto de fotos de outra pessoa. Hoje em dia, até mesmo doenças como o Câncer, ou simples tendências à tumores que uma pessoa apresente pode ser diagnosticado prematuramente com as Fotos Kirlian.



As Máquinas Kirlian que são utilizadas hoje em dia, ao contrário do que muita gente pensa, não possui a mínima semelhança física com uma máquina fotográfica comum e, com elas, não é possível se obter fotos de corpo inteiro das pessoas, pois no processo de obtenção das fotos, o dedo fica em contato direto com o filme. Os próprios Meridianos inviabilizam a necessidade de se fotografar a pessoa por inteiro, além, é claro, do custo da revelação e do filme de proporções humanas.
A Máquina Kirlian, é composta de um gerador temporizado de alta tensão e freqüência, um compartimento especial que chamamos de porta-filme, e uma bolsa ou câmara escura onde este porta-filme fica encerrado, pois durante todo o processo, o filme não pode receber a menor quantidade que seja de luz. Esta é mais uma grande diferença entre uma máquina fotográfica comum e nossas Máquinas Kirlian.




A KIRLIANGRAFIA NA PREVENÇÄO DO CÂNCER E OUTRAS DOENÇAS
O sol, ao incidir seus raios sobre a Terra, não produz apenas calor e outros tipos de radiações que conhecemos e nos acostumamos a sentir, mas, conforme a milenar cultura oriental, o Sol também é responsável pela formação de partículas de energia que são chama das de KI, Prana ou ainda Energia Vital. Essas partículas são responsáveis pela manutenção da vida em nosso Planeta, e tudo que se encontra a nossa volta, incluindo nós mesmos, está constantemente trocando energias com o meio, sejam essas em forma de calor, luz, eletromagnéticas e etc.. O mesmo ocorre com o Prana que, no caso do homem, entra através dos Sete Chakras Principais para alimentar os Sete Principais Corpos Sutis e, como "na Natureza nada se cria, tudo se transforma", o que não é aproveitado, é sabiamente devolvido, numa infinita busca ao Equilíbrio (Yin & Yang), perpetuando o infinito ciclo da vida. É exatamente o retorno dessa Energia que chamamos de AURA.



Quanto mais "sadios energeticamente" estivermos e quanto maior for o grau de nossa "evoluçäo espiritual", menos Prana necessitaremos, devolvendo praticamente tudo que captamos de volta ao meio, e com isso, maior será o "tamanho" de nossa Aura. Diz-se que a Aura de líderes espirituais como Buda, Jesus e outros, se estendiam por mais de 360 quilômetros (isso mesmo!) de distância. Isso pode ser lido em uma passagem Bíblica, embora restringida apenas à presença de Deus, que diz: "Nele vivemos, nos movemos e somos".
Quando certa parte do corpo está energeticamente debilitada, necessita de uma porção maior de Prana que outra parte "sadia"; nessa região o Prana pode ser totalmente absorvido e quase nada é de volvido. Neste caso ocorre o que chamamos de "Furo Áurico". Os "Furos Áuricos", conforme já foi observado em estudos, estão diretamente ligados com o lado emocional das pessoas, pois podem ser gerados não só pela influência de Energias Externas (intrusas), mas na sua maioria, são gerados internamente, através dos "conflitos emocionais" de uma pessoa, e quanto maior sua intensidade, maior é a tendência dessa pessoa a entrar em Estado Depressivo. Quanto mais essa pessoa fica depressiva, mais aumenta esse Furo Áurico, que torna a pessoa ainda mais depressiva e debilitada, em um efeito "bola de neve", que aumenta cada vez mais e quanto mais aumenta, mais deixa a pessoa sujeita a doenças. É por isso que alguns sábios dizem que "Doenças não existem, pois somos nós mesmos que a criamos", e de certa forma o fazemos. Para reforçar como o Prana é essencial à vida, pesquisas mostram que a maioria do "óbitos naturais" ocorrem durante a noite, justamente no período que a quantidade de Prana diminui bastante. Podemos observar isso facilmente com simples resfriados, quando pioramos no período da noite e melhoramos consideravelmente durante o dia.
No Primeiro Plano de Evoluçäo do Homem (Plano Físico), pode ser encontrado o primeiro de nossos Sete Principais Corpos Sutis, que é formado por Matéria Física (Corpo Físico) e por uma "cópia xerox" formada por Energia Etérica (Duplo Etérico). Este corpo é o responsável direto pela entrada e saída das energias e é sabido que muito antes de nos tornarmos enfermos, já apresentamos em nosso Corpo Etérico os vestígio (Desequilíbrios Energéticos) dessas possíveis enfermidades, as vezes até muito tempo antes e depois delas se manifestarem (ou não) fisicamente, e se tornarem o que conhecemos como doenças. Esses desequilíbrios podem se manifestar de várias formas, não só como "Furos Áuricos", mas também de muitas outras formas e cores na Aura, como manchas, borrões, desorganizações e/ou concentração de raios (no casos de dor e intoxicação) e até mesmo como outra forma de "energia" que se vê nitidamente que não pertence a Aura da pessoa que a carrega (no caso de Energia Intrusa ou "obsessor").
É exatamente nesse Primeiro Corpo (Físico/Etérico) que nossa Máquina Kirlian opera. Fotografando os Desequilíbrios Energéticos de uma pessoa, podemos preveni-la da possibilidade de desenvolver (se ainda não aconteceu) aquele tipo de doença. Esses Desequilíbrios podem ser eliminados de várias formas, no lado Físico com a simples prevenção ou precaução, por exemplo: se uma pessoa apresentar Desequilíbrios na região do Pulmão, pode vir a ficar resfriada, e, sabendo dessa possibilidade, deve se prevenir; ou no lado Etérico, com as Terapias Alternativas, como por exemplo, a Cromoterapia, que no caso de resfriados aconselha as tonalidades da cor laranja.
Hoje em dia podemos diagnosticar nas Fotos Kirlian de uma pessoa, problemas de ordem emocional, mental e física, como por exemplo: Conflitos Emocionais, Depressão, Preocupação Excessiva, Perdas de Energias, Impreguinação do Organismo (Intoxicação), desequilíbrios energéticos nos Meridianos (possíveis problemas de saúde), e até em casos mais graves, tendências à Tumores e até mesmo a CÂNCER. É claro, que ao se analisar um conjunto de fotos de uma pessoa, deve se levar em conta vários fatores, como hora em que as fotos foram tiradas, idade dessa pessoa e se esta já não apresenta ou já apresentou os sintomas dos problemas encontrados. Devemos acima de tudo deixar que nosso bom senso fale pôr nós mesmos, para não tirarmos conclusões precipitadas, passando um diagnóstico errôneo, comprometendo com isso a seriedade de nosso trabalho, que deve ser levada em conta acima de qualquer outro fator.


Obs.: A Máquina Kirlian nacional é um aparelho feito por processos que preservam características e apresentação profissionais. Sua construção segue a risca padrões de funcionamento que garantem seu uso em pesquisas sérias e até científicas, nada deixando a desejar aos modelos importados.
Significado
Muito se especula sobre o que é registrado nas fotos Kirlian. Numa visão mística, alguns entusiastas religiosos alegam que as imagens do halo registrado nas fotos, correspondem à aura. Outros, sob uma visão puramente científica, dizem que se trata apenas de "Efeito Corona" ou "Fogo de Santelmo" e nada além disso fica registrado nas fotos.
Seja o que esteja por trás do "efeito Kirlian" e sua aplicabilidade prática, é sabido que não se trata de "Aura" o que é registrado nas fotos Kirlian. Provavelmente cabendo à propria "ciência" aceitar a estudar do "fenômeno" de forma clara, objetiva e despreconceituosa.
Céticos afirmam que grande parte dos halos são gerados pela umidade que ocorre naturalmente em todos os seres vivos, que se tornam ionizada devido aos campos elétricos de alta-tensão e alta-freqüência utilizados nessa técnica e captados pela emulsão fotográfica. De fato, considera-se que pelo menos vinte e duas características físicas, químicas e fotoquímicas podem influenciar as descargas coronais vistas nas fotos Kirlian.
A hipótese de o fenômeno registrado ser realmente a aura dos objetos fotografados é atualmente desacreditada em praticamente todos os meios, salvo em alguns círculos místicos que ignoram as evidências contra tal explicação.
O maior argumento a favor da explicação aceita pela comunidade científica (e consequentemente contra a explicação mística para o fenômeno) é o fato de que a suposta aura não aparece se a fotografia for realizada no vácuo. Como a suposta aura defendida pelos esotéricos deveria continuar existindo no vácuo, ou em qualquer outra condição atmosférica, esse fato representou um duro golpe na explicação mística para a imagem registrada pela fotografia Kirlian.

Sem comentários:

Caclule seu bioritmo - CLICK

TAROT DA CRUZ - Clik P/JOGAR

DIVULGANDO O LIVRO DE MARIA ALICE CERQUEIRA

Livro: "DOIS JOVENS EM BUSCA DA FELICIDADE " de uma amiga visite seu blog- clique na imagem

Livros grátis para download - todos os géneros

Blog Ebooks Grátis

Reflexão surpresa - clik

Reflexão surpresa - clik
de: SIMONE: Auto-ajuda

Acenda a sua vela

Acenda a sua vela
clik na imagem: