domingo, 7 de fevereiro de 2010

Como fazer o Ho’oponopono




 “Somos todos Seres Divinos, mas a mente só pode servir um mestre de cada vez. Pode servir as memórias repetindo os problemas, ou pode servir a Divindade que são as Inspirações.”
“O intelecto tem esta escolha: pode funcionar comandado pelos problemas, ou pode funcionar comandado por Inspiração.”
Aqui entenderá por que o intelecto não dispõe dos recursos para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas. Ao fazer o Ho’oponopono você pede a Deus, a Divindade, para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações, as memórias. Você assim neutraliza a energia que você associa à determinada pessoa, lugar ou coisa.
No processo esta energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de você o espaço vagado é preenchido pela luz da Divindade. Então, no Ho’oponopono não há culpa, não é necessário reviver sofrimento, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa, nem sua origem. No momento que você nota dentro de si algum incômodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:
Diga em voz alta ou mentalmente:

“Divindade limpe em mim o que está contribuindo para este problema.”

Ex: se o problema for MEDO, então falaremos a seguinte frase:
"Divindade limpe todas as minhas memórias que criam este cenário de Medo e transmute-as a zero".
A seguir use as frases nesta seqüência:
“Sinto muito, Me perdoe, Te amo, Sou grato.”  - Repita várias vezes.
Quando você diz :
“Sinto muito” -  você reconhece que algo (não importa se saber o que) penetrou no seu sistema corpo/mente. Você quer o perdão interior pelo o que lhe trouxe aquilo.
“Me perdoe” - você não está pedindo a Deus para te perdoar, você está pedindo a Deus para te ajudar se perdoar.
“Te amo” - você transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia fluindo, religa você ao Divino.
“Sou grato” - é a sua expressão de gratidão, sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos envolvidos.

Dr. Len diz: “A definição de Ho’oponopono é corrigir um erro, e o erro é corrigido ao se dizer ‘Te amo, Sinto Muito, Me perdoe, e Sou grato’ ao Divino, para se permitir que o Divino vague e cancele os dados (as memórias na Mente Subconsciente) que experienciamos como problemas.
Ao fazer os diversos processos Ho’oponopono, estou pedindo a Divindade para cancelar programas (memórias) em mim para que eles sejam cancelados nas outras pessoas também. Só preciso olhar o que está acontecendo em mim, o que tenho em comum com os outros.
Estou disposto a ser 100% responsável porque só dependo de mim para trazer a paz para a minha própria vida, por que isso é minha responsabilidade.”
“Se alguém aparece com raiva em minha experiência, eu assumo 100% de responsabilidade me perguntando: ‘O que há em mim, que eu preciso liberar, que está fazendo aparecer esta experiência?’ Eu olho para qual problema (memórias) em mim está causando a situação, que eu posso oferecer para a Divindade cancelar.
Quando um problema nos aparece, o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. Nós continuamos procurando lá fora (de nós) a origem dos nossos problemas. Não percebemos que a origem está sempre dentro de nós.”. Por - Dr. Len 

Sem comentários:

Tarot de OSHO clik

Se gosta de ERVAS e ESPECIARIAS CLIK

Se lhe interessa a NOVA ERA Clik

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Como fazer o Ho’oponopono




 “Somos todos Seres Divinos, mas a mente só pode servir um mestre de cada vez. Pode servir as memórias repetindo os problemas, ou pode servir a Divindade que são as Inspirações.”
“O intelecto tem esta escolha: pode funcionar comandado pelos problemas, ou pode funcionar comandado por Inspiração.”
Aqui entenderá por que o intelecto não dispõe dos recursos para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas. Ao fazer o Ho’oponopono você pede a Deus, a Divindade, para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações, as memórias. Você assim neutraliza a energia que você associa à determinada pessoa, lugar ou coisa.
No processo esta energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de você o espaço vagado é preenchido pela luz da Divindade. Então, no Ho’oponopono não há culpa, não é necessário reviver sofrimento, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa, nem sua origem. No momento que você nota dentro de si algum incômodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:
Diga em voz alta ou mentalmente:

“Divindade limpe em mim o que está contribuindo para este problema.”

Ex: se o problema for MEDO, então falaremos a seguinte frase:
"Divindade limpe todas as minhas memórias que criam este cenário de Medo e transmute-as a zero".
A seguir use as frases nesta seqüência:
“Sinto muito, Me perdoe, Te amo, Sou grato.”  - Repita várias vezes.
Quando você diz :
“Sinto muito” -  você reconhece que algo (não importa se saber o que) penetrou no seu sistema corpo/mente. Você quer o perdão interior pelo o que lhe trouxe aquilo.
“Me perdoe” - você não está pedindo a Deus para te perdoar, você está pedindo a Deus para te ajudar se perdoar.
“Te amo” - você transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia fluindo, religa você ao Divino.
“Sou grato” - é a sua expressão de gratidão, sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos envolvidos.

Dr. Len diz: “A definição de Ho’oponopono é corrigir um erro, e o erro é corrigido ao se dizer ‘Te amo, Sinto Muito, Me perdoe, e Sou grato’ ao Divino, para se permitir que o Divino vague e cancele os dados (as memórias na Mente Subconsciente) que experienciamos como problemas.
Ao fazer os diversos processos Ho’oponopono, estou pedindo a Divindade para cancelar programas (memórias) em mim para que eles sejam cancelados nas outras pessoas também. Só preciso olhar o que está acontecendo em mim, o que tenho em comum com os outros.
Estou disposto a ser 100% responsável porque só dependo de mim para trazer a paz para a minha própria vida, por que isso é minha responsabilidade.”
“Se alguém aparece com raiva em minha experiência, eu assumo 100% de responsabilidade me perguntando: ‘O que há em mim, que eu preciso liberar, que está fazendo aparecer esta experiência?’ Eu olho para qual problema (memórias) em mim está causando a situação, que eu posso oferecer para a Divindade cancelar.
Quando um problema nos aparece, o intelecto sempre busca alguém ou alguma coisa para culpar. Nós continuamos procurando lá fora (de nós) a origem dos nossos problemas. Não percebemos que a origem está sempre dentro de nós.”. Por - Dr. Len 

Sem comentários:

Caclule seu bioritmo - CLICK

TAROT DA CRUZ - Clik P/JOGAR

DIVULGANDO O LIVRO DE MARIA ALICE CERQUEIRA

Livro: "DOIS JOVENS EM BUSCA DA FELICIDADE " de uma amiga visite seu blog- clique na imagem

Livros grátis para download - todos os géneros

Blog Ebooks Grátis

Reflexão surpresa - clik

Reflexão surpresa - clik
de: SIMONE: Auto-ajuda

Acenda a sua vela

Acenda a sua vela
clik na imagem: